Tamanho do texto

Sequência da produção de 2011 que tem Jessica Alba e Tommy Lee Jones no elenco comprova status de maioral do ator britânico de 49 anos

Jason Statham é hoje o maior astro do cinema de ação contemporâneo e a maior prova disso é a estreia de “Assassino a Preço Fixo 2 – A Ressurreição”, que chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (6).  Sequência de uma fita de ação banal, sem grandes predicados e que fez uma arrecadação modesta nas bilheterias no mundo todo – cerca de US$ 62 milhões - , a produção só viu a luz do dia porque Statham é um chamariz e tanto para o público de ação.

Leia mais:  "O Bebê de Bridget Jones" abraça nostalgia pelo filme original e agrada fãs

Jason Statham e Jessica Alba em cena de
Divulgação
Jason Statham e Jessica Alba em cena de "Assassino a Preço Fixo 2"

Esta é a quinta franquia que o ator estrela. Além de “Carga Explosiva” e “Adrenalina”, nas quais é a grande estrela, ele apareceu em “Os Mercenários” e em “Velozes e Furiosos”, neste último a partir do sétimo filme.  “Assassino a Preço Fixo”, porém, é um caso à parte. Seu personagem, Arthur Bishop , se aposentou de seu ofício – assassino de aluguel – e forjou a própria morte no fim do primeiro filme, que é de 2011.

Leia mais:  Ben Affleck fala de críticas a "Batman vs Superman" e conta o que deu errado

O personagem, no entanto, forjado bem ao estilo característico de Statham, silencioso, reservado, másculo e com um fraco por mulheres indefesas, era bom demais para ser deixado de lado.

Jason Statham em cena da sequência de
Divulgação
Jason Statham em cena da sequência de "Assassino a Preço Fixo"

O alemão Dennis Gansel, do impactante drama “A Onda”, substitui Simon West no comando da produção. Depois dos eventos do primeiro filme, Bishop refugia-se no Rio de Janeiro . Para o expectador brasileiro é divertido ver o sofrível sotaque de Statham enquadrado no roteiro como bom. Vale lembrar que o ator já esteve no Brasil para rodar o primeiro “Os Merecnários” em 2009. Dessa vez, no entanto, o Rio de Janeiro é pincelado digitalmente na produção. Aliás, Bishop é o mais perto de James Bond que o ator britânico de 49 anos já chegou. Além do Rio, Tailândia, Malásia, França e Austrália são destinos do personagem.

Descoberto por um antigo rival, Bishop se vê forçado a eliminar três alvos obedecendo àquela que é a especialidade da casa. Fazer com que assassinatos pareçam acidentes. Craim (Sam Hazeldine) sequestra Gina (Jessica Alba, a moça indefesa da vez) e condiciona sua libertação ao cumprimento da missão por parte de Bishop.

Leia mais:  Com necrofilia e canibalismo, "Demônio de Neon" devassa fachada do mundo da moda

Tommy Lee Jones completa o inesperadamente estrelado elenco da produção como o terceiro alvo de Bishop. Jones, com pouco tempo em cena, se diverte fazendo um traficante de armas irascível e dotado de calibrado humor negro.

Tommy Lee Jones se diverte em cena de
Divulgação
Tommy Lee Jones se diverte em cena de "Assassino a Preço Fixo 2"

Não é necessário ter assistido “Assassino a Preço Fixo” para conferir e se divertir com “A Ressurreição”. É importante observar, porém, que é um filme todo ele desenhado para agradar quem curte filmes de ação em que a trama é só um detalhe. Quem é fã de Jason Statham, no entanto, já sabe que ele supera eventuais deficiências narrativas com muito carisma e energia.


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.