Tamanho do texto

Diva brasileira de 94 anos cantou Sinatra, Piaf e Gardel, além de canções do próprio repertório. Espetáculo provocou entusiasmo na crítica especializada

A cantora Bibi Ferreira durante a apresentação da última semana em Nova York
reprodução/New York Cabaret Today
A cantora Bibi Ferreira durante a apresentação da última semana em Nova York

Entusiasmo. Foi o que se verificou nas duas noites do show “4 x Bibi” no Symphony Space no Upper West Side de Manhattan. As apresentações de Bibi Ferreira em Nova York, que valeram ampla cobertura do The New York Times , principal jornal dos Estados Unidos, foram nas noites de 22 e 23 de setembro. “Casa cheia”, observou esfuziada a resenhista do concerto no site New York Cabaret Today , especializado na cobertura da agitada vida cultural da cidade. Danielle Miceli reportou que o público presente reagiu com extremo entusiasmo à energia e vigor da performance da grande diva brasileira.

A canção “New York, New York” , imortalizada na voz de Frank Sinatra, respondeu pelo grande momento da noite. Contagiante, a interpretação de Bibi Ferreira da clássica canção foi uma das mais altivas e brilhantes que a repórter americana confessa ter presenciado.

+ The Weeknd é sequestrado no clipe de single com o Daft Punk

O repertório do espetáculo apresentado na prestigiada casa de shows nova-iorquina consiste na interpretação da obra de três grandes cantores de projeção mundial e de canções da própria Bibi. Além de Sinatra, a performer de 94 anos também dá voz a referenciais composições eternizadas por Edith Piaf e Carlos Gardel.

A qualidade da banda de apoio do espetáculo “4 x Bibi” também saltou aos olhos em Nova York. Mas foi mesmo Bibi Ferreira quem arrancou suspiros e elogios efusivos da publicação americana. "Dona de personalidade complexa e clássica mesmo aos 94 anos, com um rosto bonito e cativante, seu brilho é extensivo e angelical”.

+ Iggy Pop posa nu para artistas em museu em Nova York

O repertório da apresentação contou com “Eu Nasci há Dez Mil Anos Atrás”, que abriu o show, “Povos que Lavas no Rio” e “Uma Casa Portuguesa”. Da ala de canções de Gardel, Bibi entoou “Mano a Mano” e “Cuesta Abajo/Esta Noche Me Emborracho”.  Grande momento da noite, a parte do show dedicada a Sinatra teve “Night and Day/I´ve Got You Under my Skin”, “Ol´Man River”, “That´s Life”, “All The Way/The Lady is a Tramp”. Depois foi a vez de Piaf e dos hinos “Milord”, “La Vie em Rose”, “A Quoi A Ca Sert L´Amour”, “Je New Regrette Rien” e “Hymn L`Amour”. O bis teve a climática, insuperável e já citada “New York, New York”.

Bibi Ferreira em show realizado em maio de 2014 em São Paulo
Divulgação
Bibi Ferreira em show realizado em maio de 2014 em São Paulo

 Uma das músicas mais reconhecíveis e emocionantes da história da humanidade é o fecho perfeito para a temporada de Bibi Ferreira no Symphony Space de Nova Yok.