Tamanho do texto

A continuação do clássico de terror chega aos cinemas nesta quinta-feira (15) e retoma o legado deixado pelo filme original da franquia [SPOILERS!]

Está chegando a hora de conferir o terceiro filme da franquia "A Bruxa de Blair". A nova sequência chega aos cinemas nesta quinta-feira (15) e retomou as características clássicas do filme original, lançado em 1999.

Divulgação/Paris Filmes
"Bruxa de Blair" proporciona muitos sustos e cenas de agonia

James descobre um vídeo no YouTube que mostra a experiência de sua irmã Heather na floresta da Bruxa de Blair , onde desapareceu no primeiro filme. Assim, ele decide ir até lá com um grupo de amigos para buscar indícios do que aconteceu com sua irmã, que ele acredita que ainda pode estar viva. No caminho, eles encontram Talia e Lane, um casal que vive nas proximidades da floresta e quem publicou o vídeo na internet. Todos seguem viagem juntos até o meio da mata, até que as coisas começam a não vingar muito bem.

O primeiro filme ficou conhecido pela sua produção documental e um tanto quanto realista, já que os atores foram realmente deixados sozinhos no meio da floresta, com poucos recursos e quase nenhuma orientação, de forma que as gravações parecessem bastante realistas. Dessa vez, as medidas não chegaram a ser tão extremas, mas o formato documental é retomado e a agonia proporcionada chega a níveis absurdos.

Quais são as cenas que causam mais aflição ao longo do filme?

Talia, vivida por Valorie Curry em
Divulgação/Paris Filmes
Talia, vivida por Valorie Curry em "Bruxa de Blair"

Não fica de dia nunca!

Imagine apenas que você foi para o meio do nada, em uma floresta desconhecida, que ainda por cima tem a lenda de uma bruxa enfurecida, coisas estranhas acontecendo e, para piorar toda a situação, simplesmente o sol não nasce mais. Não existem dias, apenas noites, e rapidamente se perde a noção do tempo. Divertido, não? Não.

A coisa no pé de Ashley

Uma das amigas de James corta o pé atravessando um rio logo no começo do filme. Eles fazem um curativo e a gente pensa que vai ficar tudo bem, afinal, é só um corte. Até que ela começa a ficar realmente doente por conta do corte, que infecciona e começa a pulsar como se tivesse alguma coisa vivendo lá dentro. De bônus, ganhamos a cena deliciosa em que a moça tira alguma-coisa-não-identificada com os dedos de dentro da perna.

Talia quebrada no meio

Eis que começam a surgir alguns símbolos estranhos ao redor do acampamento dos jovens durante a noite, até o momento em que Talia entra em desespero e começa a surtar porque um dos "artesanatos" tinha uma mecha de seu cabelo preso nele. Ashley, é claro, acusa Talia de fazer os símbolos e quebra no meio aquele que contém o cabelo de Talia, ao que, consequentemente, Talia também se quebra no meio. Ótimo.

James e Lisa correndo em círculos

James e Lisa, de
Divulgação/Paris Filmes
James e Lisa, de "Bruxa de Blair"

Quando os dois finalmente encontram a casa onde James acredita que sua irmã está presa, a bruxa resolve brincar um pouco com o psicológico dos jovens. Eles ficam subindo e descendo escadas completamente desesperados e um atrás do outro e sempre entrando e saindo dos mesmos lugares. O que nos leva ao próximo item...

O final, é claro

Qual é a característica que os personagens de filmes de terror tendem a ter em comum? A burrice. Você está lidando com uma bruxa que claramente está brincando com o seu psicológico e, ainda assim, continua caindo nos jogos. Dessa forma, é claro que este grupo em "Bruxa de Blair" seguiu o mesmo destino final dos outros filmes.