Tamanho do texto

Ator fala sobre a preparação para a série, cuja segunda tempora estreou na Netflix no início do mês. Jornalista retribuiu o elogio falando de filme

Wagner Moura revelou que usou os livros do escritor e jornalista italiano Roberto Saviano para viver o narcotraficante colombiano Pablo Escobar na série "Narcos", cuja segunda temporada estreou na "Netflix" no início do mês.

Wagner Moura como Pablo Escobar na série
Reprodução
Wagner Moura como Pablo Escobar na série "Narcos"


Falando diretamente de Los Angeles, Moura participou com Saviano, que vive em Nova York, de um debate online promovido pelo jornal "la Repubblica" e disse que leu "Gomorra" e "Zero, Zero, Zero", dois dos maiores sucessos do escritor.

O primeiro apresenta as entranhas da Camorra, a máfia napolitana, e mostra como seus tentáculos atingem o mundo inteiro, enquanto o segundo desvenda o mercado mundial de cocaína, droga que fez a fortuna de Escobar.

"Estou muito feliz em estar aqui e ter essa troca com Saviano. Não li todos os seus livros, mas li 'Gomorra' e 'Zero, Zero, Zero'", declarou o ator. Ele também disse que chegou a ir a um festival de literatura apenas para tentar encontrar Saviano, mas o escritor cancelou sua participação por questões de segurança.

Ele se referia à Festa Literária Internacional de Paraty do ano passado, que tinha o italiano como principal convidado. No entanto, de última hora, sua escolta não autorizou a viagem ao Brasil – desde que lançou "Gomorra", Saviano vive sob proteção permanente.

"Essas palavras me lisonjeiam muito e me emocionam porque eu comecei a seguir o trabalho de Wagner com 'Tropa de Elite'. É um filme que mudou completamente a narrativa do combate ao crime no imaginário mundial", disse o jornalista. (ANSA)