Tamanho do texto

Versão nacional da publicação sobre música reuniu críticos e gente ligada a este universo para apurar quem, afinal, é o artista nacional mais completo

Como escolher o artista mais completo do Brasil? De todos os tempos? A missão não é fácil, ainda que pareça muito divertida. Quem gosta de música sabe que a Billboard Brasil é uma autoridade no assunto e a redação brasileira dessa verdadeira referência do universo da música topou o desafio. “Toda lista é polêmica e, com certeza, muita gente vai discordar, é normal”, observa Marcos Lauro , editor da revista  e responsável pelo processo que o público começa a conhecer na próxima segunda-feira (12).

+ Fruto de desilusão amorosa,"The Getaway" reafirma força do Red Hot Chili Peppers

Apesar do ambiente político conturbado, Chico Buarque é nome certo para figurar na lista
Divulgação
Apesar do ambiente político conturbado, Chico Buarque é nome certo para figurar na lista

“Escolhemos internamente 100 artistas nacionais e colocamos para votação”, explica o editor da Billboard Brasil à reportagem do iG . Depois disso, 12 pessoas – entre críticos e gente que trabalha diretamente com música – deram nota de zero a dez em diversos quesitos para cada um desses 100 artistas relacionados. Alguns desses quesitos foram voz (ou instrumento, caso seja instrumentista), presença de palco, capacidade de reinvenção e relevância. “Cada um recebeu a planilha e a única orientação foi dar notas de zero a dez em cada quesito. Para não comprometer o resultado, a única dica foi deixar em branco os artistas que não fossem muito conhecidos daquele crítico – para evitar notas baixas por falta de conhecimento, por exemplo. De resto, a votação foi livre”, observa Lauro. “Compilamos todas as notas dadas, tiramos as médias gerais e daí surgiu a lista com os 50 mais votados”.

+ Radiohead consegue a proeza de se repetir e surpreender em "A Moon Shaped Pool"

Esta não é a primeira vez que a versão nacional de uma das maiores referências em música no mundo se aventura no mar revolto dos fã-clubes. Em abril a revista bancou David Bowie à frente de Michael Jackson na versão internacional da lista . “Os fãs do Michael Jackson ficaram revoltados com a segunda colocação”, relembra Lauro.  “Alguns botaram a ‘culpa’ na morte recente do Bowie,  que teria sido um resultado causado pela comoção”. O editor da revista não concorda com essa avaliação. “O diferencial dessa lista é que ela é baseada em números... é uma conta complexa para chegarmos ao resultado. Cada crítico analisa cada quesito de cada artista. Então, mesmo que um crítico seja ‘simpático’ a um artista e só dê notas altas para ele, outros vão dar notas mais baixas e, na média, a coisa se resolve”. Lauro advoga que essa equação natural torna a lista da Billboard imune à crítica de fã-clubes, mas diz que a revista está preparada para eventuais discordâncias e reclamações.

David Bowie foi o vencedor da versão internacional da lista
Reprodução
David Bowie foi o vencedor da versão internacional da lista

Parece indesviável supor que grandes figuras da MPB constem dessa lista. Nomes como Gilberto Gil , Erasmo Carlos, Chico Buarque , Tim Maia, Rita Lee e Elis Regina devem figurar na lista. Mas e os novos nomes da música como Anitta, Luan Santana e Wesley Safadão? Eles terão vez entre os primeiros colocados? Polêmica faz bem a qualquer lista que objetiva discutir a arte e Marcos Lauro não se furta a opinar sobre o que ele julga essencial a um artista que pretende a alcunha de completo. “Eu acredito que a versatilidade e a capacidade de reinvenção sejam os pontos mais importantes”.

O editor da Billboard Brasil continua: “Acho que o artista completo tem que estar em várias frentes, seja ao mesmo tempo ou alternando. O artista completo interpreta, escreve, faz TV, dirige clipes, etc. E também tem que ter a capacidade de mudar os rumos da carreira quando necessário, seja pelas dificuldades do mercado ou apenas necessidade criativa”. O público vai poder começar a participar dessa brincadeira a partir de segunda-feira (12) e poderá, a partir do dia 23 de setembro, votar na eleição popular que será promovida pelo site.