Tamanho do texto

O retorno da dupla Jim Halpert e Pam Beesly ao escritório da Dunder Mifflin pode ser uma realidade, ao menos para John Krasinski, do "The Office"

Os fãs órfãos de "The Office" estão com motivos para sorrir.  Isso porque John Krasinski, ator que deu vida a Jim Halpert, um dos vendedores da Dunder Mifflin, manifestou o seu interesse em participar de uma reunião entre os empregados da empresa em uma suposta nova temporada da série, que teve o último episódio exibido em 2013.

Novo trailer de "Narcos" questiona: quem matou Pablo Escobar?

John Krasinski deseja a volta de
Divulgação
John Krasinski deseja a volta de "The Office" com nova temporada


 Em entrevista concedida ao jornal americano "The Huffington Post", Krasinski foi questionado sobre a possibilidade do retorno de " The Office " na televisão. Entusiasmado, o ator não escondeu o jogo e revelou que está "totalmente a fim" de tornar o reencontro uma realidade. "Eu acho que se alguém teve uma idéia de fazer uma reunião, que fizesse sentido e se encaixasse, eu faria isso num piscar de olhos", declarou John, também conhecido como o Jim Halpert . Ele ainda afirmou que acredita que seus companheiros de elenco teriam a mesma atitude. 

Com um certo ar de saudosismo, o ator e diretor relembrou a importância do seriado em sua carreira, responsável por lhe abrir novas portas e tirá-lo do anonimato. "Espero que volte. Ouça, acho que, mais uma vez, [a série] foi um daqueles trabalhos em que, para muitos de nós, foi a primeira grande coisa que nunca havíamos feito. Fomos pegos pelo seriado de uma forma totalmente diferente", afirmou.

Um novo formato

"The Office" provocou uma verdadeira revolução nas séries de comédia. Indo muito além do riso, o seriado dirigido por  Ricky Gervais e Stephen Merchant  inovou em seu formato de pseudodocumentário, importado do Reino Unido. A ideia era que o dia a dia da empresa Dunder Mifflin e de seus funcionários fosse registrada por uma equipe, com o conhecimento e a autorização de todos.

Divulgação
"The Office" revolucionou as séries de comédia com formato de pseudodocumentário

"The 100" volta à programação e será exibida desde o começo pela Warner Channel 

Desse modo, intercalavam-se às cenas depoimentos dos personagens feitos diretamente para a câmera, inicialmente sem o objetivo de fazer piada, mas que acabaram levando o público às gargalhadas de forma inteligente. O sucesso do novo formato foi posteriormente empregado em sucessos como “Modern Family”, em 2009.

"The Office" ainda revelou ao grande público nomes como John Krasinski (Jim), Jenna Fisher (Pam) e Mindy Kaling (Kelly Kapoor), além de consolidar a carreira de Steve Carell como o astro da comédia. O papel de Michael Scott no seriado rendeu ao ator um Globo de Ouro e seis indicações ao Emmy, sem falar no salário de cerca de US$ 175 mil, algo em torno de R$ 450,4 mil.

Curiosidades

A série norte-americana estreou em 24 de março de 2005 na emissora de televisão NBC. Ela é uma adaptação da série britânica de mesmo nome, que teve duas temporadas e foi transmitida pela BBC entre 2001 e 2002.

Na versão original, o gerente regional chamava-se David Brent e era interpretado por Ricky Gervais. Já para a versão americana, o nome do gerente foi alterado para Michael Scott. O papel principal ficou com Steve Carell, mas ele não foi a primeira nem a segunda opção dos produtores. 

Atores preparam fãs para eventos tenebrosos no 7º ano de "Game of Thrones"

A primeira sugestão da NBC foi que o produtor Ben Silverman convidasse Paul Giamatti para o papel, mas o ator de "A Luta Pela Esperança" recusou o trabalho. A emissora então considerou os nomes de Bob Odenkirk, Hank Azaria e Martin Short, mas as negociações fracassaram com todos eles.

Com nove temporadas, o único personagem que apareceu em todos os episódios de "The Office" foi Dwight Schrute, interpretado por Rainn Wilson.

The Office
Divulgação
The Office



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.