Tamanho do texto

A rainha do pop regente completa 58 anos de idade e quase 35 de carreira sem perder a majestade; ouça a seleção de músicas selecionadas pelo iG

Madonna está completando 58 anos nesta terça-feira (16)
Reprodução
Madonna está completando 58 anos nesta terça-feira (16)


Nesta terça-feira (16) temos o aniversário da atual rainha do pop! Madonna completa 58 anos de idade. Com 33 anos deles dispensados a uma carreira cheia de hits e com uma base consolidada de fãs em todas as faixas-etárias.

Com a fama, Madonna teve sua vida pessoal constantemente divulgada na mídia desde muito jovem. Até hoje, depois de muita polêmica girando em torno de seu casamento  com Sean Penn mesmo após o divórcio, ela ainda lida com a exposição de seu relacionamento com os filhos .

Mas o que realmente levou a artista aos holofotes foi sua carreira brilhante; iniciada em 1983 com o álbum que leva seu nome. Desde então, já lançou 13 álbuns de estúdio, três trilhas sonoras e três álbuns ao vivo. Além disso, já se arriscou na carreira de atriz e tem alguns livros publicados, contando com a série infantil "As Rosas Inglesas".

Madonna é um ícone artístico por sua contribuição para a música pop, e nada mais justo do que celebrar essa contribuição no dia em que ela completa mais um ano de vida. Pensando nisso, o iG selecionou uma música de cada álbum lançado pela cantora até hoje para podermos montar uma playlist em homenagem ao seu dia.

O primeiro álbum, chamado "Madonna", foi lançado em 1983 e lançou cinco singles para o mundo. " Borderline " foi o 4º deles, com quatro minutos de duração.

" Like a Virgin " foi lançado logo na sequência, em 1984, e ganhou o mundo com a música que tem o mesmo título do álbum. A música já foi considerada a 4ª melhor canção de música pop de todos os tempos pela revista Rolling Stone em 2000.



O terceiro álbum se chama "True Blue", de 1986, e a selecionada foi " Papa Don't Preach ", apesar da disputa acirrada com "Open Your Heart". À época, o crítico da Rolling Stone Davitt Sigerson afirmou que "somente a grandiosa 'Papa Don't Preach' possui um gancho de alto nível" comparável aos hits dos álbuns anteriores.


Apesar de o álbum lançado na sequência, em 1989, se chamar "Like a Prayer" e a música de mesmo nome com certeza ser um dos maiores hits da carreira da cantora, nesta lista constará " Express Yourself " por toda a polêmica mais atual contida na canção: com a briga do pop Madonna x Lady Gaga , surgiram acusações de que a música " Born This Way " da chamada mother monster seria um plágio de "Express Yourself". A própria Madonna endossou a polêmica ao cantar ao vivo um mash-up das duas músicas ao vivo, e a semelhança é realmente reconhecível.


A única trilha sonora que consta na lista é a de "I'm Breathless", do filme " Dick Tracy", que apresentou o maior hit da cantora em 1990: " Vogue ".


Em 1992, " Erotica " foi lançado e foi completamente inédito. Era diferente de tudo que Madonna já havia feito em sua carreira. Por este motivo, apresentamos a faixa que leva o nome do álbum e também não falha em fazer jus ao nome.


Em 1994 tivemos "Bedtime Stories", que contou com apenas quatro singles. O favorito para constar na lista foi " Human Nature ", o último single do álbum a ser lançado e que foi escrito como a resposta de Madonna às críticas do "Erotica", que foi acusado de ser "sexualizado demais".


Em "Ray of Light", de 1998, o primeiro single lançado foi " Frozen " e gerou polêmicas de plágio na época. Um juiz belga acusou a cantora de ter usado acordes de uma canção do grupo "Salvatore Acquaviva" de forma não autorizada e o álbum chegou a ser proibido de circular na Bélgica. No entanto, o processo foi arquivado por falta de provas.


O álbum " Music " veio ao mundo em 2000 e teve apenas três singles, o primeiro deles sendo a música que recebe o mesmo nome do álbum e o que mais fez sucesso nas paradas.


" American Life " gerou comentários em 2003 por suas críticas ao "sonho americano" e a cultura materialista dos Estados Unidos e do mundo capitalista no geral, o que refutou a imagem que Madonna cultivou desde os anos 80 como a "material girl".


"Confessions on a Dance Floor", lançado em 2005, é o álbum mais dançante da carreira da cantora e a disputa para melhor faixa do álbum é incrivelmente acirrada. Apesar da incrível "Hung Up", " Sorry " mostra que a palavra já era popular no pop muito antes de Justin Bieber.


De  "Hard Candy", de 2008, escolhemos " She's Not Me ", que voltou a ganhar evidência nos últimos anos após Madonna utilizar como um deboche jogado para Lady Gaga. A letra é auto-explicativa.


O décimo segundo álbum de estúdio, "MDNA" foi lançado em 2012, e apesar dos ótimos singles, incluindo "Girl Gone Wild", hit das pistas de dança, escolhemos " Gang Bang " por ser uma faixa com uma ótima história para ser encenada - o que, infelizmente, ainda não aconteceu, já que a música não tem um vídeo oficial. 


"Rebel Heart" é o álbum mais recente, lançado em 2015, e conta com temáticas atuais, tendo inclusive grandes nomes da música envolvidos em sua produção, como Avicii. " Bitch I'm Madonna " foi o maior hit das pistas de dança e, falando em grandes nomes da música, conta com a participação de Nicki Minaj .


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.