Tamanho do texto

Conheça ou relembre 13 filmes que tratam de questões psicológicas de forma intensa e que vão prender você do começo ao fim

O cinema deixou de ser apenas uma forma de entretenimento há tanto tempo que não podemos nem nos lembrar. Por isso, surgiram diversos gêneros cinematográficos para levarmos em consideração, como os filmes de suspense, e mesmo que algumas pessoas ainda encarem as obras como entretenimento, não há como negar que a diversidade de personagens, de histórias, de produções e de gêneros faz diferença para quem deseja expandir o conhecimento na área.

Sendo assim, não só de filmes leves e agradáveis vive a indústria, e nós somos gratos pelos filmes de suspense ! Temas delicados são abordados o tempo inteiro, e um dos mais importantes, no caso, são os transtornos psicológicos. Confira 13 filmes que tratam do assunto:

Um Homem que Dorme (1974)

Cartaz francês de
Reprodução
Cartaz francês de "Um Homem que Dorme"

Este drama francês segue o dia a dia de um personagem que está caindo em letargia e desmotivação. O filme em si não é agitado, nada de muito incrível acontece e o personagem fica o tempo inteiro descrevendo suas emoções quase que num monólogo. No entanto, a forma como é produzido e dirigido nos passa a impressão de conseguir sentir a agonia que ele passa. Baseado no livro homônimo de Georges Perec .

Taxi Driver (1976)

Vivido por Robert De Niro , um veterano de guerra mentalmente instável trabalha no turno da noite de um serviço de táxi em Nova York. A percepção da cidade começa a despertar nele a necessidade de violência, e tudo piora quando ele conhece uma prostituta pré-adolescente e se dedica a tentar salvá-la. O filme foi dirigido por Martin Scorsese e recebeu quatro indicações ao Oscar.

Almas Gêmeas (1994)

Primeiro trabalho de Kate Winslet nos cinemas, o filme conta a história de Pauline e Juliet, duas adolescentes que se conhecem no colégio e imediatamente se tornam inseparáveis por acreditar que apenas elas conseguem ver o mundo da forma que veem. Até o ponto em que o relacionamento das jovens se torna preocupante.

As Virgens Suicidas (1999)

Ambientado na década de 70, o filme mostra o cotidiano dos Lisbon, uma família tradicional de classe média residente de Michigan, muito religiosa e mantendo boas aparências. Quando uma de suas cinco filhas, Cecília, se suicida aos 13 anos, a superproteção em cima das outras garotas aumenta de forma absurda, mas isso apenas faz com que elas continuem tentando encontrar formas de escapar dos olhos dos pais. Um dos principais filmes de Sofia Coppola , e conta com Kirsten Dunst como protagonista.

Garota, Interrompida (1999)

Baseado na auto-biografia de Susanna Kaysen , o filme conta a experiência da jovem que passou 18 meses internada em um instituto psiquiátrico. Angelina Jolie  recebeu o Oscar de melhor atriz coajuvante por seu papel no longa. O filme é um dos mais renomados na questão de retratar honestamente a vida de pessoas que sofrem com distúrbios psicológicos.

Psicopata Americano (2000)

Reprodução
"Psicopata Americano"

Neste thriller psicológico, Christian Bale vive Patrick Bateman , um executivo de Wall Street sem nenhuma característica extraordinária entre seus colegas. É branco, bonito, jovem e rico, mas ninguém sabe que ele está escondendo de todos sua identidade psicopata na qual ele mergulha em  uma espiral de violência.

Réquiem para um Sonho (2001)

Quatro pessoas vivendo na cidade de Coney Island, ligadas de alguma forma, aliviam as frustrações de suas vidas com algum tipo de droga, sejam elas lícitas ou ilícitas. Mas, em algum momento, o vício acaba se tornando insustentável. Inicialmente, o filme teve classificação indicativa de 17 anos, mas acabou subindo para 18. Ou seja: não é muito recomendável manter crianças no ambiente. Também não é recomendável se você não gosta de filmes com imagens fortes e que causem um certo desgaste emocional.

As Horas (2002)

Três mulheres em três períodos diferentes são ligadas ao livro “Mrs. Dalloway”. Virginia Woolf (Nicole Kidman) vive em 1923 com crises de depressão. Em 1949, vive Laura Brown ( Julianne Moore ), dona de casa grávida de Los Angeles. Clarissa Vaughn ( Meryl Streep ) vive nos tempos atuais, em Nova York, e é editora de livros. O filme é emocionante e surpreendente do início ao fim. Nicole Kidman foi premiada pela interpretação de Virginia Woolf.

O Operário (2004)

Trevor Reznik trabalha em uma fábrica e precisa manter seu emprego a qualquer custo. Sua rotina consiste em operar o maquinário pesado. No entanto, ele não dorme há um ano e a privação de sono está destruindo sua saúde física e, principalmente, mental. Após se envolver em um acidente de trabalho, o operário vai se tornando cada vez mais paranóico e precisa se esforçar para manter seu cargo e seu psicológico em dia.

Controle: A História de Ian Curtis (2007)

Reprodução
"Controle: A História de Ian Curtis"

Ian Curtis é conhecido mundialmente com o vocalista da banda Joy Division. Vivido por Sam Riley em "Control", o filme mostra a luta do músico com seus problemas emocionais  e psicológicos ao longo dos desafios de sua carreira e suas relações afetivas, que o levou a se suicidar com 23 anos de idade. Não é exatamente um suspense, mas aborda a questão de forma tensa e, é claro, conta pontos na trilha sonora.

Precisamos falar sobre o Kevin (2011)

A mãe de Kevin faz de tudo para amá-lo, apesar de ele ser estranho e maldoso desde criança. Mas Kevin irá surpreender a todos com sua evolução ao longo da vida, mostrando cada vez mais sua psicopatia, e seu ato final será algo que ninguém poderia prever. O filme conta com  Tilda Swinton e Ezra Miller no papel de mãe e filho.

Cisne Negro (2011)

Natalie Portman vive uma bailarina muito bem sucedida e disciplinada que, ao conseguir o papel para uma grande apresentação da peça "O Cisne Negro", precisa se reinventar para conseguir interpretar muito bem os dois lados da personagem e não perder o espaço para a sua nova rival, interpretada por Mila Kunis . No entanto, sua busca pela perfeição acaba levando sua mente para lugares não muito recomendáveis.

Melancolia (2011)

Dirigido por Lars Von Trier , Justine ( Kirsten Dunst ) sempre viveu uma relação conturbada com sua irmã Claire ( Charlotte Gainsbourg ) e se casa em uma cerimônia planejada em meio ao anúncio da colisão da Terra com outro planeta, que levará ao fim da humanidade. Após o casamento, Justine fica depressiva e desmotivada em decorrência do fim do mundo, e sua irmã entra em desespero se recusando a aceitar o que está para acontecer. As duas tentam dar um jeito de lidar com as emoções em conjunto. Se encaixa mais para a categoria dos dramas do que para os filmes de suspense, na verdade, mas vale a pena conferir.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.