Tamanho do texto

Para quem gosta de sofrer com filmes, tomar alguns sustos e passar muito nervoso, está difícil encontrar os que realmente valem o tempo

Os filmes de suspense e terror são o maior prazer sofrido de grande parte das pessoas que gostam e acompanham cinema. A sensação de frio na barriga que nos deixa ansiosos esperando pelo próximo susto conquistou muitos fãs ao longo dos anos, mas não está sendo fácil encontrar os filmes que associam bem esse sentimento com um enredo bem contado. Mesmo com algumas evoluções nos últimos anos, como "Invocação do Mal"  e os primeiros "Atividade Paranormal" que foram muito aclamados, os clássicos do gênero ainda nos prometem passar muito nervoso e sofrimento. Você já assistiu? Confira uma lista dos melhores filmes de terror dos últimos anos, selecionados por nós:

Poltergeist - O Fenômeno (1982)

A pequena Carol Anne do filme
Reprodução
A pequena Carol Anne do filme "Poltergeist"

"Vá para a luz, Carol Anne". O longa consagrado da garota que entrou na televisão de sua casa aterrorizada por espíritos consegue causar pavor em qualquer um, mesmo com os efeitos especiais arcaicos. Além de ter um ótimo roteiro, o filme tem histórias um tanto quanto curiosas dos bastidores e deve levar até o mais cético dos homens a repensar sua posição. Grande parte do elenco morreu de formas bizarras, diversos objetos se deslocavam de forma bizarra nos sets, além de o garoto da família ser sufocado de verdade em uma das cenas do primeiro filme. Vai encarar?

O Exorcista (1973)

Uma pré-adolescente é possuída por uma entidade misteriosa e, desesperada, sua mãe procura a ajuda de dois padres para salvar a filha. Esse é mais um caso de acontecimentos bizarros dos bastidores: oito membros da produção morreram por causas não esclarecidas e o elenco passou todo o período de filmagens em clima de pavor. Comprovando sua qualidade, o filme foi indicado a 10 categorias do Oscar em 1974, sendo, inclusive, o primeiro filme de terror a concorrer como melhor filme.

A Bruxa de Blair (1999)

A Bruxa de Blair
Reprodução
A Bruxa de Blair

Produzido em forma de documentário, conta a história de um grupo de jovens que viajou para o meio de uma floresta para gravar registros da lenda local sobre a Bruxa de Blair e desaparecem completamente, deixando para trás apenas as suas filmagens. O filme faturou absurdamente mais do que gastou  na produção e teve métodos um tanto quanto curiosos. Durante as gravações, a produção do filme realmente deixou os atores no meio da floresta com o mínimo de recursos possíveis e uma câmera filmadora com cada um. Depois disso, quase não entraram em contato com os atores e, quando o faziam, era por meio de bilhetes dando instruções. O objetivo era transmitir veracidade.

O Chamado (2002)

Uma jornalista resolve investigar uma fita de vídeo que causa a morte de todas as pessoas que a assistem, mas precisa correr contra o tempo antes que ela e seu filho se tornem vítimas do filme. É baseado em uma obra japonesa - ou seja, realmente assustador - e, na versão americana, existem diversas referências a filmes do diretor aclamado entre  os melhores filmes de terror Alfred Hitchcock

O Exorcismo de Emily Rose (2005)

O filme conta a história de um advogado que resolve pegar um caso de assassinato de um padre que fez um exorcismo em uma jovem. Debra Messing , da série "Dexter", viveu Emily Rose no filme. E mais: é baseado em fatos reais. Acho que não é preciso falar mais nada.

Freddy Krueger, de
Reprodução
Freddy Krueger, de "A Hora do Pesadelo"

A Hora do Pesadelo (1984)

Um grupo de pessoas é aterrorizado por um assassino que mata suas vítimas em seus sonhos. Os sobreviventes se unem para tentar encontrar um jeito de escapar, sem nunca cair no sono nem confundir a realidade com um sonho. É angustiante acompanhar a jornada dos que buscam uma forma de derrotar Freddy Krueger, além de o assassino ter uma música medonha que gruda na cabeça. Foi a estreia de Johnny Depp  nos cinemas.

Os Outros (2001)

Nicole Kidman , em atuação impecável, vive uma mulher que vive sozinha em uma casa antiga com seus dois filhos, que são fotosensíveis (não podem ter contato com a luz do sol). Após algum tempo, ela se convence de que a casa está mal assombrada. Parece mais uma história clichê de filme de terror e suspense, mas o final tem uma reviravolta que surpreende qualquer pessoa.