Tamanho do texto

A carreira de Lindsay Lohan em filmes adolescentes merece ser lembrada por ter marcado aqueles que acompanhavam a TV e as locadoras

A cultura dos filmes teen é algo muito importante na fase da adolescência. Sempre divertidos, engraçados, com uma dose saudável de drama e romance e aquela mensagem motivacional no final que não pode faltar nunca. E quando se fala nesse gênero cinematográfico, é muito difícil não lembrar de Lindsay Lohan. A atriz não só atuou em diversos filmes adolescentes clássicos, mas também fez trilhas sonoras ótimas  em algum deles. Para quem gosta de relembrar os clássicos da atriz, confira cinco filmes selecionados que marcaram a carreira de Lindsay:

Operação cupido (1998)

Divulgação
"Operação cupido" conta não só com uma, mas com duas Lindsay Lohan

Esse filme foi um clássico na infância de todos que acompanhavam a programação da TV aberta. Lindsay Lohan , aos 12 anos, viveu os papeis de Annie e Hallie, duas garotas idênticas que vão para um acampamento de verão, se encontram e descobrem que são gêmeas separadas no nascimento, uma criada pelo pai e a outra pela mãe. Desde então, viram melhores amigas com uma única missão de vida: fazer com que seus pais fiquem juntos de novo.

Confissões de uma adolescente em crise (2004)

Como o próprio nome já pode sugerir, esse é um dos filmes mais teen que Lindsay já atuou (ou seja, um clássico). Ela vive Mary Elizabeth Cep, uma estudante do ensino médio que quer participar do teatro mas tem uma arqui-inimiga, vivida por Megan Fox , que passa o filme inteiro fazendo todos os esforços para arruinar as chances de Mary. Assim como "Sexta-feira muito louca", o filme também conta com uma trilha sonora ótima com direito até a mash-up com músicas de  David Bowie .

Sexta-feira muito louca (2003)

Em
Divulgação
Em "Sexta-feira muito louca", mãe e filha trocam de corpo por causa de um biscoito!

Tess e Anna são mãe e filha e não se entendem de forma alguma. Tess é uma mulher contida, conservadora e superprotetora com Anna, uma adolescente teimosa que vive batendo boca com a mãe e toca guitarra numa banda de rock só de mulheres. Quando as duas vão juntas a um restaurante chinês e comem um biscoito da sorte, acabam acordando em corpos trocados no dia seguinte e tudo se torna um desespero. A trilha sonora é maravilhosa e tem um plus muito importante: Chad Michael Murray ("One Tree Hill", "A nova cinderela"), sempre bem-vindo.

Sorte no amor (2006)

Ashley Albright (Lindsay) é conhecida por ser uma mulher super sortuda. No entanto, quando ela tem um encontro com Jake - vivido por Chris Pine antes de ele ser um galã reconhecido - ela percebe que trocou sua sorte pelo azar dele durante um beijo. E agora, como ela vai recuperar sua sorte?!

Meninas malvadas (2004)

Por último, mas não menos importante. Pelo contrário! "Meninas malvadas" já é quase preservado como patrimônio da cultura adolescente. Cady Heron é uma jovem que foi educada em casa pelos pais e viveu na África durante toda sua infância, até que volta para os Estados Unidos e seus pais a matriculam em um colégio para cursar o ensino médio. Se o ensino médio já é um período de socialização difícil para quem estudou em grupo a vida inteira, imagine para quem nunca pisou em uma escola? Assim, Cady acaba se envolvendo em um plano de vingança para acabar com "As poderosas", a realeza do colégio. O elenco conta com grandes nomes como Tina Fey , Rachel McAdams e Amanda Seyfried , e o filme é divertido, engraçado, mas também traz uma mensagem positiva no final, contando com diversas frases que podem ser levadas  para a vida.

Reprodução
"Meninas Malvadas" é o clássico adolescente dos anos 2000


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.