Tamanho do texto

Com carreira conturbada, cineasta americano já foi vencedor do Oscar e dirigiu filme que levou estúdio à falência

Morreu neste sábado (2) o cineasta americano Michael Cimino, diretor de filmes como "O Franco Atirador" e "O Portal do Paraíso", aos 77 anos.

O cineasta Michael Cimino morreu neste sábado (2), aos 77 anos
Divulgação
O cineasta Michael Cimino morreu neste sábado (2), aos 77 anos

A notícia da morte de Cimino foi confirmada por Thierry Fremaux, diretor do Festival de Cannes. "Cimino morreu em paz, cercado de pessoas próximas e das duas mulheres que o amavam. Nós o amamos também", escreveu no Twitter.

Nascido em Nova York em 1939 – apesar de alguns biógrafos acreditarem que ele tenha nascido em 1943 –, Michael Cimino é dono de uma das carreiras mais conturbadas de Hollywood.

Seu primeiro filme, "O Franco Atirador", de 1978, fez um sucesso estrondoso e ganhou cinco categorias no Oscar do ano seguinte, incluindo o de melhor filme e melhor diretor.

Após tanto sucesso, Cimino foi escolhido pelo estúdio United Artists, fundado por D. W. Griffith, Charlie Chaplin, Mary Pickford e Douglas Fairbanks, para dirigir o longa "O Portal do Paraíso" em 1980, que teve um orçamento de US$ 44 milhões. O filme foi um fracasso e causou a falência do estúdio.

Em 2012, Michael Cimino foi homenageado no Festival de Veneza, que exibiu uma versão restaurada de "O Portal do Paraíso". Seu último trabalho foi "No Translation Needed", de 2007, um segmento da antologia de cinema "To Each His Own Cinema".