Tamanho do texto

"Divórcio 190", de Pedro Amorim, traz um casal que enriquece ao criar um molho de tomate e vai se distanciando

Murilo Benício , depois de negar o papel de protagonista da novela "A Regra do Jogo" para, segundo ele, se dedicar ao cinema, começa a filmar "Divórcio 190", de Pedro Amorim ("Mato Sem Cachorro") no interior de São Paulo. Com Camila Morgado , Benício forma o casal principal da comédia romântica, Júlio e Noeli , que enriquece ao criar um molho de tomate.

Daniela Albuquerque patina com cantora e coloca homens para se vestir de Anitta

Murilo Benício volta às telonas no papel de um empresário que fica rico vendendo molho de tomate
Divulgação
Murilo Benício volta às telonas no papel de um empresário que fica rico vendendo molho de tomate

Com a rotina e a conta bancária rechonchuda, os dois vão se distanciando. Qualquer semelhança com a realidade de alguns endinheirados da vida real é mera coincidência, diga-se de passagem. Na ficção, o mal-entendido que provoca a separação dos ricaços rende cenas de confusão e humor. “É uma história que tem como tema o agronegócio e os personagens principais são o ‘Rei e Rainha’ do tomate. Isso nunca foi contado, ao menos, não de forma tão abrangente”, diz o diretor.

Para o produtor LG Tubaldini Jr , rodar em Ribeirão Preto, além do valor afetivo, já que seus primeiros curtas-metragens foram filmados na cidade, tem um frescor. “É um sopro de novidade, oxigena um pouco as comédias românticas que na maioria das vezes ficam no eixo Rio-São Paulo”, explica.

Cynthia Falabella , cunhada de Benício (irmã da mulher dele, a atriz Débora Falabella ) também integra o elenco, que ainda conta com a participação especial de Sabrina Sato . Esta é a segunda incursão da apresentadora japa da Record nas telonas (a primeira foi como par romântico de Caio Castro em "A Grande Vitória").

“É um filme para meninos e meninas, homens e mulheres, porque fala sobre a família. Também é sobre a cultura do divórcio e do casamento, sobre o que facilmente se perde por falta de comunicação e como advogados sanguinários podem tirar o foco do que é mais importante na sua vida”, detalha Amorim. “É uma comédia romântica antropológica, com pitadas de ação, sobre o interior do Brasil”, completa.