Tamanho do texto

Nesta quarta-feira (1), a artista completaria 90 anos de idade. Confira 10 curiosidades sobre a vida da musa dos anos 50

Norma Jeane Mortenson , conhecida mundialmente como Marilyn Monroe , é um ícone do cinema e da beleza e tem seu espaço reservado na história. A moça chegou ao auge nos anos 50 com títulos como "Os homens preferem as loiras" (1953) e "Quanto mais quente melhor" (1959), mas não só de uma carreira bem-sucedida são feitas as lembranças que temos de Marilyn. Sua vida curta (encontrada morta aos 36 anos) também foi cercada de muitas polêmicas e teorias que talvez você ainda não saiba. Confira 10 curiosidades sobre a vida da atriz:

Marilyn Monroe na capa da revista playboy em 1953
Reprodução
Marilyn Monroe na capa da revista playboy em 1953

Marilyn foi a primeira capa da revista "Playboy"

A revista mais reconhecida em "entretenimento masculino" foi fundada em 1953, em Chicago. Nada mais justo que a primeira a estampar a capa fosse o maior símbolo sexual da época. Segundo Hugh Hefner , quem fundou a revista, Marilyn se sentia incrivelmente confortável nua.

Marilyn Monroe completaria 90 anos caso estivesse viva
Reprodução
Marilyn Monroe completaria 90 anos caso estivesse viva

Seu QI era de 168, apesar da fama de "loira burra"

No começo da carreira, Marilyn chegou a perguntar como se soletrava seu primeiro nome ao dar autógrafos. Durante sua carreira sempre recebeu a fama de loira burra, e odiava o título. Apesar da origem humilde, sempre gostou de ler e escrever e o livro "Fragmentos – Poemas, anotações íntimas e cartas de Marilyn" conta que ela adorava clássicos como James Joyce e Ernest Hemingway .

Sextape de Marilyn foi vendida por 1,5 milhão de dólares

Em 2008, um vídeo de 15 minutos em que Marilyn aparecia fazendo sexo oral em um homem não identificado foi vendido a um empresário anônimo que quis segurar o conteúdo para tira-lo de circulação e preservar a intimidade de sua ídola.

Problemas psicológicos na família

Sua avó materna cometeu suicídio e sua mãe foi internada em um sanatório luxuoso por sofrer de esquizofrenia. Quando questionada sobre Marilyn, ela dizia que não a conhecia e nunca ouvira falar da moça.

A história dos abortos de Marilyn

A biografia "Marilyn", lançada em 1973 por Norman Mailer , afirma que a moça teria feito 12 abortos até os 29 anos de idade.

+ 10 teorias de conspiração sobre famosos que fazem muito sentido

A aproximação de Marilyn Monroe com os Kennedy pode ter causado sua morte
Reprodução
A aproximação de Marilyn Monroe com os Kennedy pode ter causado sua morte

Teorias estudam que, na verdade, Marilyn foi assassinada

Marilyn Monroe morreu devido a uma overdose de remédios que foi classificada como um provável suicídio - o que ninguém contestaria, já que era de conhecimento geral que a atriz sofria de depressão e já havia tentado se matar pelo menos outras quatro vezes. No entanto, teorias estudam que ela teria sido eliminada pela CIA por saber demais sobre assuntos sigilosos, devido ao seu envolvimento pessoal com o presidente da época, John F. Kennedy .

Marilyn foi essencial na carreira de Ella Fitzgerald

A moça pediu ao dono do maior clube noturno da costa oeste nos anos 50 que contratasse a cantora, o que foi uma medida drástica no rompimento da política segregacionista do local. Em troca, Marilyn prometeu que ocuparia uma mesa de pista em todas as apresentações de Ella.

Marilyn Monroe é um dos maiores símbolos sexuais da história
Reprodução
Marilyn Monroe é um dos maiores símbolos sexuais da história

A apresentação de "Happy birthday Mr. President" foi despropositalmente sexy

O vestido que Marilyn utilizou na apresentação icônica foi coberto com 2.500 strass e era tão colado ao corpo que teve que ser costurado diretamente nela. Sem roupas íntimas por baixo da roupa, a moça teria chegado atrasada para a apresentação e saiu correndo para o palco, o que a deixou ofegante e causou a sensualidade exagerada, segundo sua ex-cunhada.

Falsa loira e procedimentos cirúrgicos

Além de não ser loira de nascença, como indicam suas fotos anteriores a fama, o agente de Marilyn a convenceu a fazer duas cirurgias plásticas: remodelagem na cartilagem da ponta do nariz e preenchimento no queixo.

Criada como cristã, se converteu ao judaísmo em 1956

Em sua família, Marilyn cresceu em uma religião chamada "ciência cristã", mas se converteu ao judaísmo quando se casou com Arthur Miller . No entanto, o que se diz é que o grande amor da sua vida foi Joe DiMaggio , do New York Yankees, com quem se casou em 1954, mas acabou se separando devido a uma crise de ciúmes do jogador.

Marilyn Monroe em cena do filme
Reprodução
Marilyn Monroe em cena do filme "Os Desajustados", de 1961