Tamanho do texto

"Cinema Novo", de Eryk Rocha, venceu o troféu "Olho de Ouro"

O documentário brasileiro "Cinema Novo", de Eryk Rocha, venceu o prêmio "Olho de Ouro" do Festival de Cannes, que homenageia a melhor produção do tipo exibida durante o evento.

Cena do documentário
Divulgação
Cena do documentário "Cinema Novo", de Erik Rocha


A honraria foi criada em 2015 e teve como primeira ganhadora a chilena Marcia Tambutti Allende, com "Além do meu avô Allende" - ela é neta do ex-presidente Salvador Allende.

Desta vez o júri foi presidido pelo italiano Gianfranco Rosi, vencedor do Urso de Ouro no último Festival de Berlim com "Fogo no Mar", que conta a história de imigrantes que chegam à ilha de Lampedusa.

Como o próprio nome diz, o documentário de Eryk Rocha fala sobre o movimento "Cinema Novo", que teve seu auge entre as décadas de 1950 e 1970 e foi influenciado pelo neorrealismo italiano. O diretor é filho do também cineasta Glauber Rocha, um dos expoentes desse período.

Outro filme brasileiro que pode ser premiado em Cannes é "Aquarius", cotado para vencer a Palma de Ouro, principal honraria do festival, embora não esteja entre os favoritos.