Tamanho do texto

Dubladores da versão brasileira do filme se reuniram com a imprensa para entrevista para lá de bem humorada no espírito da produção que chega aos cinemas nesta quinta-feira (12)

A coletiva de imprensa de “Angry Birds – o Filme”, que estreia nos cinemas brasileiros na próxima quinta-feira (12), foi extremamente divertida. O talentoso time de dubladores capitaneado por Marcelo Adnet estava no espírito de entreter a plateia de jornalistas. O grupo deu início à coletiva ironizando o momento político do país e se referindo aos jornalistas como “vossas excelências” e utilizando outras expressões típicas desses tempos de comissões de impeachment.

O elenco de dubladores da versão nacional de
AgNews
O elenco de dubladores da versão nacional de "Angry Birds - o Filme" posa para a foto após a coletiva realizada em São Paulo na última sexta-feira (6)

Além de Adnet, marcaram presença no evento o ator e comediante Fábio Porchat , a humorista Dani Calabresa , a youtuber Pathy dos Reis e os irmãos Piologo . Todos extremamente bem humorados para responder as perguntas dos jornalistas.

“Como vota Adnet?”, brincou Porchat com o colega. Entre as provocações mútuas, os dois fizeram referências aos talk-shows que devem estrear em breve na Record e na Globo e divertiram os jornalistas até mesmo com imitações de aves originárias do Brasil.

Piadas à parte, todos estavam satisfeitos com o trabalho realizado em “Angry Birds”, que adapta o game que virou febre mundial em 2009 para o cinema. “A gente tem certa liberdade, mas eu não diria que de improvisar”, expõe Adnet sobre os desafios da dublagem de uma animação americana. “Não é fácil traduzir um filme, uma piada. É um desafio enorme. Mas a gente ajuda a direção a equilibrar as coisas. A achar a expressão perfeita, a brasilidade da piada”.

Porchat vê diferenças fundamentais entre a dublagem e a interpretação. “O processo é diferente porque você só tem ali o seu personagem. Não tem a interação com os outros e você só vê as suas cenas”, explica.

O integrante da trupe do Porta dos Fundos, que já teve outras experiências com dublagem, fez questão de frisar que o fato de não ser dublador precipita aquele friozinho na barriga. “Eu não sou dublador, sabe? Então fico preocupado se não estou fazendo igual ao Olaf", personagem de “Frozen”, também dublado pelo ator. Dani Calabresa concorda com o colega e disse que também se preocupou bastante para evitar o mesmo som e timbre que empregou em “Divertida Mente”. Já Pathy dos Reis , marinheira de primeira viagem, disse que só colocou sua voz ali e foi para o abraço.

Os três principais protagonistas de
Divulgação
Os três principais protagonistas de "Angry Birds": Red, Chuck e Bomba

Adnet vai além ao focar essa insegurança eventual que acomete atores quando dubladores. “As vezes você tem que falar um ‘oi’ e você fala um ‘oi’ muito mal. E aí você pensa: ‘nossa, eu sou horrível’”. Para o ator, a dublagem consiste na lapidação do trabalho e, justamente por isso, todos os entrevistados foram unânimes em elogiar o trabalho do diretor de elenco nacional, o dublador profissional Manolo Rey . “Sério! Ele é o cara!”, bradou Calabresa. “Sigam ele no Facebook”.