Tamanho do texto

A banda trouxe a turnê de "If I Should Go Before You" para o Brasil mais uma vez, mostrando mais interação com o público

O City and Colour , projeto do músico Dallas Green , voltou a São Paulo nessa terça (26) e quarta-feira (27) para mostrar mais uma vez a turnê do álbum " If I Should Go Before You ", que já havia passado por aqui no ano passado. Apesar da turnê ser a mesma, as diferenças entre os shows são inegáveis.

City and Colour fez show surpreendente para fãs paulistanos nesta semana
Divulgação/Ana Luiza Ponciano
City and Colour fez show surpreendente para fãs paulistanos nesta semana


Ao vivo, a banda tem o costume de fazer apresentações mais introspectivas, sem muita interação. Muitas vezes, Dallas não direciona duas frases à plateia. Desta vez, no entanto, o vocalista apostou em pequenas doses de humor e sentimentalismo para os fãs.

Sem perder o costume clássico de muitos artistas ao vivo, a banda se retirou do palco após uma hora e meia de show, fazendo um charme de que tinha chegado ao fim. Que ele voltaria, era claro. O que não se esperava era que Dallas subisse sozinho ao palco e fizesse um show acústico de 40 minutos de clássicos.

Naquele momento, o cantor agradeceu ao público de São Paulo e disse o quanto é gratificante fazer música e tocar para pessoas que apreciem o que ele fazem. Antes de tocar uma sequência incrível de " Northern Wind " e " The Girl " para encerrar o show, Dallas se explicou aos fãs que passaram uma hora e meia pedindo por " Fragile Bird ".

"Sei que muitos aqui vão sair decepcionados, mas espero que entendam que não podemos tocar as músicas favoritas de todos vocês e essa uma música não valha mais do que o show inteiro", disse. E acrescentou, em tom de brincadeira: "Por favor, quero pedir pra vocês pegarem leve nos tweets negativos".

O City and Colour fez um show consistente e emocionante. Quem é fã de longa data provavelmente deixou rolar algumas lágrimas com " Hello, I'm Delaware " e " The Grand Optimist ", entre outros clássicos, e já sente falta do Dallas-bem-humorado virando shots de whisky entre uma música e outra.

A banda ainda não chegou ao fim em sua visita ao Brasil e toca nesta sexta-feira (29) no Rio de Janeiro e no sábado (30) em Belo Horizonte.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.