Tamanho do texto

Personalidades como Simon Cowell, Paula Abdul, Kelly Clarkson analisaram os altos e baixos do reality show

Reuters

"American Idol", o programa de calouros dedicado à descoberta de novas estrelas da música pop que se tornou a maior força da televisão norte-americana, relembrou sua trajetória nesta terça-feira (5) enquanto se prepara para abaixar as cortinas depois de 14 anos no ar.

Reprodução/Facebook
"American Idol" não terá mais temporadas

Os juízes originais Simon "Sr. Casca Grossa" Cowell , Paula Abdul e Randy Jackson , assim como vencedores como Kelly Clarkson , Carrie Underwood e Scotty McCreery , analisaram os altos e baixos do reality show, ao qual se credita ter dado poder para a audiência transformar norte-americanos comuns em superestrelas.  

"O 'Idol' foi feito para pessoas como eu, que só precisavam de uma porta", disse Carrie, que foi criada em uma fazenda no Estado do Oklahoma e se tornou uma potência da música country e vencedora de prêmios Grammy.

"Eu ainda ouço diariamente 'eu votei em você'", contou ela, que venceu a edição de 2005.

A retrospectiva de 90 minutos "American Idol: American Dream" foi exibida no momento em que o programa se prepara para coroar seu último ídolo nesta semana. Entre 2005 e 2007, a atração foi vista por cerca de 30 milhões de norte-americanos – nesta quarta a audiência é de cerca de 9 milhões de telespectadores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.