Tamanho do texto

Percussionista lutava há sete meses contra câncer de pulmão e não resistiu a uma parada respiratória

Naná Vasconcelos morreu na manhã desta quarta-feira (9), no Recife. Aos 71 anos, o percussionista perdeu a luta contra um câncer de pulmão descoberto há sete meses. 

Morre Naná Vasconcelos aos 71 anos
Reprodução/Twitter
Morre Naná Vasconcelos aos 71 anos


Segundo o Hospital Unimed III, Naná teve uma parada respiratória e passou por um procedimento, mas não resisitu. Ele estava internado na unidade desde sábado (5), por complicações da doença.

Com carreira reconhecida internacionalmente, o músico fez parte do grupo Jazz Codona, trabalhou com B.B King , com o violinista francês Jean-Luc Ponty e com a banda Talking Heads, liderada por David Byrne . No Brasil, ele fez parcerias com  Milton Nascimento, Caetano Velo so, Marisa Monte e Mundo Livre S/A.

A última apresentação de Naná Vasconcelos foi em Salvador, no I Festival Internacional de Percussão, realizado no dia 27 de fevereiro.  O pernambucano se apresentou ao lado de Lui Coimbra  e teria passado mal logo após o show.

Referência na música brasileira, jazz e world music, Naná já venceu oito prêmios Grammy e foi eleito oito vezes o melhor percussionista do mundo pela revista americana "Down Beat", publicação especializada em jazz.

Saiba mais sobre a trajetória de Naná Vasconcelos:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.