Tamanho do texto

Britânicos estão apelando para a tecnologia para finalmente descobrir a identidade do grafiteiro mais famoso do mundo

Uma dúvida que persegue muita gente é a identidade do grafiteiro Banksy. A questão tem incomodado tanto que alguns cientistas britânicos estão apelando para técnicas criminalísticas para tentar identificar o artista.

Cientistas britânicos usaram técnicas criminalísticas para tentar descobrir a identidade de Banksy
Divulgação/Banksy
Cientistas britânicos usaram técnicas criminalísticas para tentar descobrir a identidade de Banksy

Cientistas da Queen Mary University, de Londres, analisaram o padrão dos trabalhos de Banksy e dos lugares onde ele faz seus grafites. De acordo com os resultados, os acadêmicos apontaram que Banksy é, na verdade, o artista Robin Gunningham.

Para chegar a esse resultado, os cientistas usaram uma técnica conhecida como perfil geográfico. A técnica é principalmente usada para identificar desde padrões de doenças infecciosas a identidades de serial killers.

A pesquisa confrontou lugares onde Banksy costuma grafitar em Londres e Bristo com os endereços dos suspeitos de serem o artista para traçar o perfil geográfico.

Famoso desde os anos 2000, Banksy tem tido sucesso em esconder sua identidade ao grafitar na Europa. No ano passado, o artista voltou a chamar atenção ao inaugurar a Dismaland, um parque de diversões distópico nos moldes dos parques da Disney.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.