Spotify: confira os 10 insights inéditos sobre a música no mundo
Marcelo de Assis
Spotify: confira os 10 insights inéditos sobre a música no mundo

A plataforma Spotify revelou insights inéditos sobre o consumo de música baseado no estudo global Fan Study , uma análise trimestral do comportamento de fãs ao redor do mundo.

A cada edição, milhões de dados são analisados e, a partir daí, é possível compreender mais sobre como os fãs escutam música e se conectam com artistas de todo o mundo.

Os dados recentes do estudo exploram como a música cruza fronteiras, como os artistas constroem bases de fãs fora de seu mercado doméstico, as tendências regionais e as estratégias que os artistas podem usar para aumentar seu alcance global.

O Fan Study é um recurso permanente disponível para insights sobre o comportamento dos fãs e ações recomendadas que os artistas e suas equipes podem levar em consideração para aumentar suas bases de fãs oferecido pelo Spotify for Artists (S4A), uma plataforma global comprometida em fornecer ferramentas e insights que ajudam os artistas e suas equipes a maximizar seu potencial de crescimento no Spotify e melhor engajar, desenvolver e aumentar suas bases de fãs globais.

Veja abaixo as 10 principais descobertas do Fan Study, do Spotify:

1. A América Latina é a região que mais descobre músicas novas . A cidade de São Paulo lidera o ranking de descobertas com 700 milhões de streamings de novo conteúdo. No Top 10 das cidades que mais descobrem novidades da música também estão, em ordem decrescente, Santiago, Cidade do México, Los Angeles, Londres, Chicago, Paris, Sydney, Dallas e Istambul.

2. Em média, 66% das descobertas de novos artistas acontecem fora do país de origem do artista e mais: 64% dos ouvintes mensais de um artista são fãs de fora do país de origem; 62% de seus ouvintes salvam músicas e 63% adicionam a playlists.

3. Usuários no mundo todo escutam, em média, artistas de 14 países diferentes todos os meses. Para ouvintes europeus, esse número chega a 16 países por mês; enquanto que para ouvintes do Oriente Médio e África, esse número cai para 12, e da Ásia-Pacífico, para 11 países por mês.

4. No primeiro ano de lançamento no Spotify, os novos seguidores do artista costumam ser de seu mesmo país de origem , porém, depois de 5 anos, esse número muda: 57% dos artistas têm um crescimento maior em países estrangeiros.

5. Nos últimos 5 anos, o número de faixas de origem fora da América do Norte e Europa nas melhores músicas da semana no Spotify Charts mais que dobrou : músicas das regiões Ásia-Pacífico, América Latina, Oriente Médio e África entre as melhores músicas da semana aumentaram de 9,5% em 2017 para 20,9% em 2021.

6. Em média, os top 5% de fãs escuta 6 vezes mais que todo o restante da audiência. Além disso, 6 meses após salvar uma faixa, um fã escuta as músicas de seu artista favorito três vezes mais do que antes. E quando um fã adiciona uma música a uma playlist pessoal, os streamings da faixa aumentam 41% e a frequência de visitas ao perfil do artista 12%.

7. No dia do lançamento de um álbum, o tráfego no perfil do artista no Spotify é muito maior : as visualizações da página do artista aumentam 77% e da página do álbum em 72% em relação ao dia anterior.

8. 53% dos lançamentos atingem o pico de streaming mais de uma semana após o primeiro dia. Já os streamings do catálogo aumentam de 15% a 20% em dias de novos lançamentos.

9. Os fãs são muito mais ecléticos do que se imagina :

a. O pop é o gênero que mais se mistura entre fãs de hip hop : aproximadamente 50% dos fãs que escutam pop também escutam hip hop e 70% dos fãs de hip hop também seguem artistas de pop.

b. O rock também é um gêneros mais preferidos entre fãs de outros ritmos : mais de 75% dos fãs de metal acompanham artistas de rock; e, entre os fãs de hip hop e pop, esse número é de aproximadamente 35%.

10. Fãs da Tailândia compartilham faixas mais do que fãs de qualquer outro país. Com uma média de 7,9 compartilhamentos por ouvinte a cada mês, isso é mais de 80% que o resto do mundo. Já os super fãs na Alemanha e na Coreia do Sul levam essa história de artistas favoritos muito a sério: Os artistas mais ouvidos de cada país têm, respectivamente, 63% e 46% mais streamings que a média global.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários