Tears for Fears fala sobre desistência de se apresentar no Live Aid em 1985
The Music Journal Brazil
Tears for Fears fala sobre desistência de se apresentar no Live Aid em 1985

O Live Aid em 1985 foi sem dúvidas um dos eventos mais memoráveis da história da música. O gigantesco evento reuniu grandes nomes como Madonna, Queen, David Bowie, U2, Elton John, Phil Collins, Sting e Sade em apresentações simultâneas na Europa e nos Estados Unidos , e tinha como intuito arrecadar um fundo de combate à fome na Etiópia. O lendário duo britânico Tears for Fears , febre nos anos 1980, chegou a ser anunciado, mas em cima da hora a banda acabou por não se apresentar.

Em entrevista ao The New Musical Express , Curt Smith e Roland Orzabal, companheiros da banda, revelaram que tomaram a decisão de não participar do evento por causa de um desentendimento com o organizador do Live Aid , Sir Bob Geldof. Bob teria os anunciado sem que os mesmos tivessem conhecimento de que tocariam no show.

“Inicialmente, eu fiquei puto porque Bob nos anunciou sem mesmo nos perguntar e estávamos bancando os durões em uma turnê com um ano de duração. Era o primeiro fim de semana livre que teríamos”, explicou. “Nós fizemos as pazes com Bob, mas não achamos que deixar de tocar afetaria a quantidade de dinheiro que eles estavam arrecadando. Então, nós não fizemos isso para que pudéssemos ter essa pausa”, completou.

Smith ainda falou que não arrependeu da desistência, e que a banda estava muito exausta para tocar em mais um show na época.

Leia Também

O Tears For Fears anunciou seu retorno no final do ano passado e lançará seu novo álbum The Tipping Point em fevereiro pela Universal Music , via Concord.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários