Sting opina sobre a sonoridade do AC/DC: “Falta o elemento surpresa”
The Music Journal Brazil
Sting opina sobre a sonoridade do AC/DC: “Falta o elemento surpresa”

O lendário cantor e compositor britânico Sting concedeu uma entrevista ao produtor norte-americano Rick Beato e comentou sobre uma das maiores bandas do rock, a australiana AC/DC . O dono de clássicos como Fields Of Gold e Englishman in New York , elogiou a banda lliderada por Brian Johnson e Angus Young , mas não se ausentou de algumas críticas sobre o grupo.

“Você sempre sabe o que está recebendo quando pega um disco AC/DC. É de alta qualidade, mas você sabe o que vai ouvir. E isso não é para mim” , disse o músico que completou 70 anos em outubro.

Para Sting , o fator elemento-surpresa é indispensável na obra de um artista: “Para mim, a essência de toda música é a surpresa. Quando escuto um trecho de uma música, se não me surpreende nos primeiros oito compassos, paro de ouvir, desligo. Eu preciso de surpresa. Dominic (Miller, guitarrista de longa data de sua banda) e eu temos um professor chamado J.S. Bach, e você toca oito compassos de Bach, e você fica surpreso o tempo todo… a composição é realmente sobre surpresa” , disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários