Marcos Manzano durante participação no The Noite%2C de Danilo Gentili - Foto Divulgação
Divulgação
Marcos Manzano durante participação no The Noite, de Danilo Gentili - Foto Divulgação


Lembrado por seu trabalho à frente do Clube das Mulheres, que surgiu no início dos anos 1990 e serviu de inspiração para Gloria Perez escrever "De Corpo e Alma", protagonizada por Victor Fasano, o ator e mestre de cerimônias Marcos Manzano morreu nesta sexta-feira (13), em São Paulo.

O comunicado oficial foi divulgado nas redes sociais da casa de eventos da qual ele foi fundador: "Com profundo pesar, informamos o falecimento do sócio Marcos Manzano, ocorrido hoje, no início da tarde. O Clube das Mulheres expressa condolências aos seus familiares, fãs e amigos".

Marcos Oliver, que chegou a trabalhar como stripper da trupe e a integrar o elenco da sexta edição do reality show "A Fazenda", da RecordTV, foi um dos que sentiram a perda: "Sem palavras, meu irmão. Que Deus o receba de braços abertos e com muita alegria, a mesma que você sempre teve como apresentador do espetáculo".

Procurado, o jornalista Ovadia Saadia, amigo do artista, disse ao iG Gente que a causa da morte foi uma bactéria contraída durante procedimento realizado no coração, no ano passado. "Infelizmente se espalhou pelo corpo dele. Hoje de manhã, ao ser submetido a uma nova operação, o Marcos não resistiu. Uma tragédia", manifestou-se.

Manzano tinha 61 anos e era formado em Educação Física, mas, por um desses acasos do destino, destacou-se como modelo. No entanto, essa experiência nas passarelas se tornou bastante útil quando foi convidado para uma participação especial na reta final de "Vale Tudo", de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères, ao lado de Glória Pires e Carlos Alberto Riccelli. Ele era Giovanni, um príncipe italiano.

    Veja Também

      Mostrar mais