Tamanho do texto

Paula Lima e Rincon Sapiência contaram sobre suas primeiras experiências em "Uglydolls" e elogiaram a mensagem da animação; veja outros destaques

A animação “Uglydolls” é um dos destaques deste fim de semana nos cinemas brasileiros e promete levar diversão, além de deixar mensagem sobre autoaceitação para todos os públicos. O filme acompanha a história de Moxy (Aline Wirley) e seus amigos na intenção de se tornarem bonecos perfeitos. O grupo parte da colorida cidade de Uglyville para o Instituto da Perfeição, mas lá acabam percebendo que, na verdade, as suas diferenças os tornam únicos e que o mais importa é ser quem realmente é.

Leia também: Animação para adultos, "Love, Death & Robots" radicaliza conceito seriado

Divulgação
"Uglydolls"

Paula Lima foi escolhida para dar voz a uma das personagens centrais de “ Uglydolls ”, Mandy. Trabalhando pela primeira vez como dubladora, a cantora garante que a oportunidade, que surgiu através de um convite da equipe, a enriqueceu como artista.

Leia também: Do "Masterchef" para a Disney: Fogaça ataca de dublador em desenho animado

“Me senti à vontade. Era um desafio, mas eu estava tão empolgada e encantada que o fato de nunca ter feito uma dublagem não me impediu, e o resultado foi super bacana. Dei o meu melhor e deixei que me dirigissem”, conta Paula, que se divertiu bastante fazendo este trabalho.

Ela diz que a maior dificuldade na dublagem é a sincronia com o personagem e a interpretação dele. “Quando ela se assusta você tem que tomar um susto também. Quando ela fica feliz, tem que fazer voz de feliz. É diferente da vida real, mas quando você vê o resultado fica perfeito. Esses detalhes são sutis, delicados e precisam ser perfeitos, mas mesmo assim foi tudo muito bom”, explica a artista.

Paula Lima
Divulgação
Paula Lima

Sem preparação especial para dar voz à Mandy, Paula ressalta que as dificuldades foram superadas com o apoio da equipe, bons diretores, pessoas experientes na dublagem e paciência.

Ao falar de sua personagem, a cantora não poupou o entusiasmo e garantiu ser uma boneca doce e do bem. “Ela é diferente dos bonecos perfeitos, consegue ver a beleza interior em todos e aprende muito com os bonecos imperfeitos, tem empatia e carinho por eles. A Mandy entende que o importante é ser quem você é. Isso serve pra a gente, pro mundo. Cada um tem sua própria beleza”, pontua.

Paula Lima ainda fez questão de ressaltar a importância da mensagem do filme para todo mundo e, principalmente, para a formação da criança: “Esse filme incentiva e a criança aprende a não ter o olhar de preconceito e dúvida sobre o outro. Ela vai se entender como bonito e ver o outro como bonito também, porque bonito é ser como a gente é, não tem nada a ver com a estética”.

Spotify lança podcast original sobre a história da música sertaneja

Lorena Lara irá comandar o podcast
Divulgação
Lorena Lara irá comandar o podcast

Os fãs de sertanejo recebem um presente especial do Spotify nesta quinta-feira (16), o “Prepare Seu Coração”, um podcast original da plataforma repleto de histórias e causos sobre este famoso gênero musical brasileiro.

Lorena Lara irá comandar o podcast e convida a audiência a descobrir esses causos contados diretamente por quem os viveu. Além de um trabalho jornalístico e de pesquisa bastante profundo, o título também acompanha a própria Lorena numa jornada de redescobrimento de suas origens como goiana e de como esse gênero, que já foi menosprezado por muitos no Brasil, hoje é tão importante para nossa cultura.

Ao todo, a iniciativa deve contar com 11 episódios semanais, que irão ao ar às quintas-feiras. A atração conta ainda com a participação de artistas do sertanejo como Gusttavo Lima, Day & Lara, May & Karen, Jads e Jadson, Maiara & Maraisa, Luan Santana, César Menotti & Fabiano, Bruno e Marrone, Zé Neto & Cristiano, Diego & Victor Hugo, Henrique & Diego, Fernando & Sorocaba, Thiago Brava e Roberta Miranda.

Pré-estreia de “John Wick 3: Parabellum”

Na última terça-feira (14), o Cinemark Shopping Cidade São Paulo foi tomado pelos fãs “John Wick”, que foram apreciar a pré-estreia de “John Wick 3: Parabellum”.

Além da ansiedade do público, a ocasião, organizada pela distribuidora Paris Filmes, contou com a presença de cosplay do ator Keanu Reeves, ex-BBB Viegas e influenciadores.

“John Wick 3: Parabellum” já está em cartaz nos cinemas e apresenta Keanu Reeves como John Wick, o assassino mais destemido e idolatrado da saga.

Swedish House Mafia faz shows impressionantes em Estocolmo

Swedish House Mafia
Divulgação
Show Swedish House Mafia

No último final de semana o trio Swedish House Mafia, formado por Axwell, Steve Angello e Sebastian Ingrosso, fez três noites históricas com ingressos esgotados na Tele2 Arena de Estocolmo, quebrando o recorde de presença do local com mais de 115.000 fãs que compareceram aos shows.

Nas apresentações, que contaram com público de diversas partes do mundo, os artistas agitaram a multidão com clássicos como Don’t You Worry Child , Save The World e One , além da apresentação de músicas inéditas.

Visualizar esta foto no Instagram.

It Gets Better

Uma publicação compartilhada por @ swedishhousemafia em

Além do bom repertório, a estrutura também chamou atenção com um telão de 54 metros de comprimento e 17 metros de altura, um imenso palco flutuante, três anéis de iluminação gigantes que formavam o logotipo da banda e três círculos de fogo enormes que ficaram suspensos acima do público.

Hospedagem no ônibus das Spice Girls

ônibus das Spice Girls
Divulgação
Ônibus das Spice Girls

Os fãs de Spice Girls já podem comemorar pois, finalmente, o sonho de se hospedar no emblemático ônibus do filme “Spice World”, de 1997, será realidade. Pela primeira vez, fãs de todo o mundo poderão passar pernoite no Spice Bus original.

A mega-fã Suzanne anunciou o veículo para locação no Airbnb, dando a suas colegas entusiastas do girl power a oportunidade de reviver o longa em um pernoite nos dias 14 e 15  de junho no Wembley Park, em Londres.

O ônibus de dois andares possui uma área de estar e é todo personalizado com ícones do Reino Unido em rosa e do famoso quarteto, como o luminoso escrito "Girl Power". Para ajudar ainda mais na volta ao  anos 90, a locação está repleta de revistas e CDs vintage da época. Já no andar de cima, há um closet e um quarto confortável para os hóspedes.

Rincon Sapiência fala sobre “Uglydolls”

Rincon Sapiência
Divulgação
Rincon Sapiência

Rincon Sapiência também estreia na dublagem com esta animação, dando voz a Uglydog. Segundo ele à experiência, à princípio, foi um pouco assustadora, por conta do timing, interpretação e do funcionamento do próprio personagem animado.

“Tem que trazer aquela energia divertida, infantil. Assim que eu destravei foi muito divertido e cheguei à ser elogiado no set pela forma com que desbravei”, conta o cantor. Apesar da inexperiência, ele garante que o resultado ficou ótimo e à sensação de dever cumprido reina em si.

Na versão original do filme, Uglydog ganha a voz do também cantor Pitbull. Rincon acredita que houve um paralelo na hora de ser escolhido como dublador da voz do também rapper.

“Ele tem sua latinidade e naturalmente traz as gírias e o estilo latino. Escolheram Pitbull por conta do que ele tem a agregar no personagem diante da personalidade dele. No meu caso me escolheram porque eu já tenho meu sotaque, minha brasilidade, minha rua, minha formação de quebrada. Eu adoro coisas lúdicas, ficção e também trabalho como ator, então isso me ajudou a ter leveza na hora de desenvolver as coisas”, explica Sapiência.

Divulgação
"Uglydolls"

Apesar de acreditar no paralelo entre ele e o americano, Rincon faz questão de ressaltar a singularidade no resultado final do trabalho de cada um no mesmo personagem: “Na hora de fazer a dublagem o que ele apresentou está em um lugar e o que eu apresentei está em outro bem diferente. E é bacana que ambos representaram muito bem e ficou um trabalho muito divertido”.

A importância da mensagem do filme também é ressaltada como de extrema importância na opinião do artista, que pontuou que na maior parte do mundo existe um padrão eurocêntrico na questão da estética, da religiosidade, dos valores morais e tudo o que for diferente é visto como estranho, exótico e, muitas vezes, é até marginalizado.

Leia também: "BoJack Horseman" e as melhores animações adultas disponíveis na Netflix

Os elogios sobre “ Uglydolls ” não passaram despercebidos da fala de Rincon. “Você tem uma mensagem muito divertida sobre não seguir padrões e de que a ideia de ‘perfeição’ não é a coisa mais coisa essencial que tem. É muito essencial para as crianças aprenderem a respeitar as diferença, ter empatia uma com as outras. Pra mim foi uma honra fazer parte de um trabalho com esse teor de consciência”, ressaltou ele sobre o filme e sua experiência nele.