Tamanho do texto

Ator dirigiu "Nasce Uma Estrela", que já é sucesso de crítica. Ano de 2018 está especialmente próspero para atores convertidos em diretores; coluna Bastidores destaca também orquestra em São Paulo e rap em quadrinhos

Bradley Cooper já é um dos nomes mais comentados dessa temporada de prêmios. Com “Nasce uma Estrela” ele se destaca não só como ator e cantor, mas se firma na sua primeira vez no ofício de diretor.

Leia também: "Nasce uma Estrela" concilia dor, amor e música e tem protagonistas triunfantes

Além de Bradley Cooper, atores de
Divulgação
Além de Bradley Cooper, atores de "Nasce Uma Estrela" gozam do sucesso

Ele tem ganhado mais espaço na Warner e, inclusive, assina a produção de projetos futuros do estúdio, mas para sua estreia na direção Bradley Cooper apostou em "Nasce Uma Estrela", um clássico que já foi produzido três outras vezes. Deu certo e ele conseguiu de fato mostrar algo de novo com sua obra.

Leia também: "Nasce uma Estrela" triunfa ao costurar conflitos pessoais aos da fama

Bradley Cooper e Lady Gaga em cena de Nasce uma Estrela
Divulgação
Bradley Cooper e Lady Gaga em cena de Nasce uma Estrela

O diretor de primeira viagem pode cavar uma vaga entre os indicados a Melhor Diretor no Oscar, apesar da concorrência ser grande esse ano (Chazelle e Jenkins voltam ao páreo). Se alcançar esse feito, se junta a uma crescente lista de atores que fizeram boas estreias na direção.

Em 2017 dois atores surgiram com força na temporada com seus filmes e chegaram aos finalmente: Greta Gerwig trouxe um olhar novo a uma história de amadurecimento com “Lady Bird”, e Jordan Peele levou à crítica ao racismo a outro  patamar com “Corra!”.

Ainda nessa temporada, ele pode ganhar a companhia de outro novato: Joel Edgerton. O australiano surpreendeu em 2015 quando estreou na direção no thriller psicológico “O Presente” e esse ano vem forte com “Boy Erased”, sobre um menino gay internado pela família em um programa de conversão.

Nasce uma Estrela reúne todos os predicados para ser uma das principais forças no Oscar 2019
Divulgação
Nasce uma Estrela reúne todos os predicados para ser uma das principais forças no Oscar 2019

Para os próximos anos, a perspectiva é que essa tendência de atores renomados estreando na direção continue. Viggo Mortensen, indicado duas vezes ao Oscar por seu trabalho como ator – e com uma possível terceira nomeação este ano por “Green Book”, vai dirigir seu primeiro longa, “Falling”.

O filme gira em torno do personagem de Viggo, que vive com o companheiro e a filha adotada do casal. Seu pai, com ideias bem diferentes, vai passar um tempo com sua família, gerando uma série de conflitos.

Aqui no Brasil também há boas perspectivas de estreantes. Wagner Moura está completando seu primeiro filme, “Marighella”, sobre o político que se tornou guerrilheiro na Ditadura Militar. Murilo Benício dirigiu dois longas nos últimos anos, que estão na fila dos lançamentos nacionais.

Leandra Leal fez um belo trabalho atrás das câmeras no documentário “Divinas Divas” e Marco Ricca surpreendeu em sua primeira e até agora única experiência como diretor em “Cabeça a Prêmio”, de 2009. Também com apenas uma passagem como diretor, Matheus Nachtergaele impressionou em 2008 com “A Festa da Menina Morta”. (continua)

Rap em quadrinhos

Protagonistas do rap nacional viram heróis de revista em quadrinho
Divulgação
Protagonistas do rap nacional viram heróis de revista em quadrinho

No mundo da literatura, as novidades são outras! A editora DarkSide Books e a Central Panelaço, espaço vegano do cantor João Gordo, se uniram para apresentar a exposição “Rap Em Quadrinhos”, do ilustrador e designer Wagner Loud e do youtuber Gil Santos – mais conhecido como Løad Comics.

O projeto homenageia grandes rappers nacionais que ganham ilustrações no papel de super-heróis do universo das HQs. A abertura do evento será neste sábado (20) e contará com a presença dos idealizadores e com um bate-papo sobre a representatividade na cultura pop, a partir das 17h00, na Central Panelaço, em SP.

Lulu Santos é a sensação do verão!

A Itaipava tem um convidado especial em sua campanha de Verão 2019. Durante toda a temporada, ao lado de Aline Riscado, estará o cantor e compositor Lulu Santos. A dupla fará uma sequência de cenas que tiveram como cenário uma praia no Rio de Janeiro.

Alegres e musicais, as campanhas vão acompanhar todos os momentos do Verão Itaipava 2019. Durante as gravações, Lulu Santos mostrou seu lado ator, com a animação e carisma de sempre. A dobradinha Lulu e Aline vai dar o que falar: ao todo serão cinco comerciais e jingles, que serão veiculados a partir da última semana de outubro e ficam no ar até março de 2019.

O Pequeno Príncipe vive!

Divulgação
"O Pequeno Príncipe" ganha versão com orquestra

Voltando ao mundo artístico... estreou recentemente o novo concerto da Orquestra Ouro Preto. Trabalhando na montagem de “O Pequeno Príncipe”, o espetáculo musical e visual terá apenas duas apresentações: nesta quarta (17) e nesta quinta (18), às 20h00, no Teatro das Artes, localizado em SP.

Neste versão, o diretor artístico e regente titular da orquestra, o Maestro Rodrigo Toffolo reescreveu a obra literária do escritor francês Antoine de “Saint-Exupéry”, para realizar uma produção original e inovadora no universo clássico ao lado de Tim Rescala, um dos mais premiados compositores brasileiros que assina a música original do concerto.

Mais experimentais que Bradley Cooper

Wagner Moura
Divulgação
Wagner Moura

Leia também: Lady Gaga libera clipe de Shallow, parte da trilha sonora de "Nasce uma Estrela"

Se Bradley Cooper decidiu colocar a sua assinatura em um clássico para marcar a estreia como diretor, outros atores foram mais inventivos. Angelina Jolie estreou atrás das câmeras com “Na terra de Amor e Ódio”, drama que passa durante a guerra da Bósnia. Ryan Gosling foi mais longe com o esquisito e esquecido “Rio Perdido” e Natalie Portman voltou para casa com o drama israelense “De Amor e Trevas”.

    Leia tudo sobre: músicas
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.