Tamanho do texto

Escolha do representante brasileiro para o Oscar, Wagner Moura e o sucesso de "A Freira" nas bilheterias são destaques da coluna Bastidores

Nesta terça-feira (11) será conhecido o representante brasileiro na disputa por uma vaga na categoria de melhor filme estrangeiro. São 22 produções inscritas para a apreciação do júri formado pela Academia Brasileira de Cinema. Os integrantes da comissão são Bárbara Paz
Flavio Ramos Tambellini, Jeferson De, Hsu Chien Hsin, Katia Adler e Claudia Da Natividade.

Leia também: Surpreendente, “As Boas Maneiras” é reflexo do amadurecimento do cinema de gênero brasileiro

Divulgação
"As Boas Maneiras", filme com Marjorie Estiano que entra na lista para concorrer indicação ao Oscar


Com uma produção cada vez mais rica e oxigenada é cada vez mais difícil chegar a um denominador comum a respeito do melhor representante para o Brasil na briga pelo Oscar . Em 2018 não é diferente. “As Boas Maneiras”, um filme de terror impregnado de brasilidade é a opção mais arrojada. O longa de Marco Dutra e Juliana Rojas já foi bem avaliado internacionalmente. {continua}

Filme "A Freira" fatura milhões na semana de estreia 

Filme
Divulgação
Filme "A Freira" estreia faturando milhões nos Estados Unidos e no Brasil

O novo terror " A Freira ", dirigido por Corin Hardy, com Taissa Farmiga, Bonnie Aarons, Demián Bichir e Charlotte Hope, também assustou seus rivais em seu final de semana de estreia. Com US$ 131 milhões arrecadados ao redor do mundo, a produção se tornou o maior sucesso da franquia "Invocação do Mal" (2013) na chegada aos cinemas. Só nos Estados Unidos, o longa rendeu, segundo as previsões, US$ 54,5 milhões. Já no Brasil, a bilheteria foi de US$ 6,8 milhões.

O resultado de bilheteria faz do longa-metragem a segunda maior estreia nos cinemas em setembro, perdendo apenas para o sucesso de "It: A Coisa" no ano passado. 

Leia também: As freiras mais assustadoras da história do cinema

Negra Li marca presença no Tattoo Week 2018

Uma das rappers femininas com mais destaque no Brasil, Negra Li marca presença na Tattoo Week 2018, maior evento de tatuagens do mundo.que acontece em São Paulo nos dias 19, 20 e 21 de outubro. A cantora fará a abertura do concurso Miss Tattoo, premiação para escolher a mulher tatuada mais bonita e estilosa do evento.

Negra Li é destaque na Tattoo Week 2018
Divulgação
Negra Li é destaque na Tattoo Week 2018

Em sua apresentação com violão e DJ, a cantora vai tocar seus maiores sucessos, como Você vai estar na minha e Guerreiro, guerreira , além de relembrar a parceria com o rapper Sabotage em O rap é compromisso . A diva do rap também cantará clássicos da MPB, como músicas de Elis Regina, e interpretará cantoras internacionais, entre elas, Lauren Hill.

Como artista, Negra Li tem um respeito enorme por todos os tipos de arte, inclusive as que são eternizadas no corpo. “Todos os tatuadores são artistas de obras permanentes e pessoais. É uma forma de expressão de sentimentos e momentos particulares da vida das pessoas, o que é muito bonito”, afirmou. 

Atualmente, a artista trabalha em seu mais novo álbum, classificado como um retorno às suas raízes. R&B, trap, reggae, pop, rap, ritmos latinos e africanos serão conectados pela  sonoridade brasileira no disco. O lançamento está previsto para novembro deste ano.

Wagner Moura atuará ao lado de Penélope Cruz e Gael Garcial Bernal

Penelope Cruz, Wagner Moura, Gael Garcial Bernal juntos em um filme sobre espionagem
Divulgação
Penelope Cruz, Wagner Moura, Gael Garcial Bernal juntos em um filme sobre espionagem


O brasileiro Rodrigo Teixeira, da RT Features, produzirá o novo longa de Olivier Assayas ("Acima das Nuvens"), "Wasp Network", que traz no elenco as estrelas Penelope Cruz ("Jamón, Jamón"), Gael Garcial Bernal ("Diários de motocicleta"), o brasileiro Wagner Moura ("Narcos") e Edgar Ramirez ("Punhos de Aço"). O drama de espionagem dirigido e roteirizado pelo francês Assayas é baseado no livro de Fernando Morais “Os Últimos Soldados da Guerra Fria”, de 2011.

A trama do longa gira em torno da Rede Vespa, um grupo selecionado de agentes secretos criado pelo governo cubano nos anos 80 para se infiltrar em organizações anticastristas, em Miami, nos EUA. Para realizar suas missões, os espiões passarão por aventuras mirabolantes e disfarces perfeitos para tentar fugir do desmascaramento e do processo por parte do governo americano. O longa começa a ser rodado no primeiro semestre de 2019.

Leia também: “Ozark” e “(Des)encanto” estão entre os destaques da Netfflix em agosto

Outras opções brasileiras para concorrer indicação ao Oscar

Divulgação
"Aos Teus Olhos", filme que concorre indicação ao Oscar

Há outras boas opções como “Ferrugem”, premiado no festival de Gramado, “Aos Teus Olhos” – ambos versam sobre bullying virtual -, “Não Devore meu Coração”, “O Animal Cordial”, “Canastra Suja” e “Benzinho”.

Não há uma produção comercial bem fundamentada narrativamente como no ano anterior, quando o filme “Bingo – O Rei das Manhãs” foi o selecionado, mas há uma quantidade mais do que razoável de bons filmes capazes de representar bem o Brasil na disputa. O que, no fim do dia, já é motivo de orgulho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.