Tamanho do texto

O casal assinou um acordo de divórcio em agosto deste ano, porém a atriz alega que Johnny Depp não tem cumprido o que foi acordado entre eles

Segundo o site de notícias Mirror , Amber Heard apresentou documentos na Justiça alegando que o seu ex-marido, Johnny Depp, não tem cumprido com o acordo de divórcio, que foi anunciado em maio deste ano. Diante de uma turbulenta separação, a atriz afirmou que o protagonista de “Piratas do Caribe” não havia pago os US$ 7 milhões que foi determinado em acordo, dinheiro que a atriz afirmou destinar à caridade.

Amber Heard e Johnny Depp se conheceram nos bastidores do filme
Reprodução/ComplexoMagazine.com
Amber Heard e Johnny Depp se conheceram nos bastidores do filme "Diário de Um Jornalista Bêbado"


Leia mais:  Em vídeo bizarro, Johnny Depp se declara culpado em polêmica com cães

Os advogados de Amber Heard também afirmaram que os custos do processo, que ultrapassam os US$ 35 mil também não foram pagos. Além disso, outros mandatos também foram ignorados pelo ator, como a divisão dos bens, transferindo um carro Range Rover para o nome de Heard, devolver os pertences da atriz que estão em sua ilha privada nas Bahamas e outros débitos pendentes como carros e jóias.

Leia mais:  Fotos inéditas mostram Amber Heard com hematomas após suposta agressão de Depp

Outra reclamação de Amber Heard é que o seu ex-marido pagou a parcela inicial do acordo, que chega na casa dos US$ 200 mil, diretamente para a caridade, ao invés de repassar para a atriz, dizendo que ela violou os termos de sigilo do acordo assinado em agosto deste ano. “Ao invés disso, quando Johnny soube que eu planejava doar todo o meu contrato matrimonial para instituições de caridade, Johnny pretendeu satisfazer sua obrigação de me pagar supostamente pagando a caridade que eu selecionei em vez de me pagar”, escreveu a atriz, segundo o site.

Leia mais:  Johnny Depp pagará US$ 7 milhões para Amber Heard retirar acusação de violência

“Na realidade, eu fiz essas doações de boa fé e estava respondendo aos vazamentos de informações dos empresários de Johnny que tentavam me fazer parecer uma golpista", continuou Amber Heard. Segundo o Mirror , é especulado que Johnny Depp tenha retido os pagamentos por ter violado o acordo de sigilo com as suas duas peças recentes sobre violência doméstica, apesar de nunca ter se referido ao seu ex-marido em qualquer anúncio ou na carta aberta que escreveu para um veículo de notícias.

Violência Doméstica

Johnny Depp foi acusado de agredir a ex-mulher atirando um celular em seu rosto, o que culminou no divórcio com Amber Heard. Entretanto, já não seria a primeira vez que o ator apresentaria este comportamento em relação à esposa, já que segundo o jornal New York Post , ele já teria tentado sufoca-la com um travesseiro em um cenário que se encontrava bêbado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas