Tamanho do texto

A intérprete de Isabela em "A Lei do Amor" é a nona personalidade do iG Gente em 2016. Ela admite que surpreendeu-se com o sucesso, mas quer mais. "Contracenar com gente como Cláudia Abreu é sensacional"

É comum que novas estrelas surjam periodicamente nas novelas da Globo. Alguns exemplos recentes são Giullia Buscacio (“Velho Chico”), Hanna Romanazzi (“Malhação”), Julia Dalavia ("Justiça”) e Isabella Santoni (“A Lei do Amor”). Nenhuma delas, porém, brilha e reverbera tanto como Alice Wegmann, a carioca de 21 anos que roubou o protagonismo de Cláudia Abreu e Reynaldo Gianecchini na novela das 21h.

Leia mais:  Do samba ao empreendedorismo: Danada, Ludmilla quebrou a banca em 201 6

A atriz Alice Wegmann grava cenas da novela
Divulgação/TV Globo
A atriz Alice Wegmann grava cenas da novela "A Lei do Amor"

“Este foi um ano realmente muito especial para mim”, declarou Alice Wegmann em entrevista exclusiva ao iG . Além de ganhar destaque e invadir o noticiário de entretenimento como a Isabela de “A Lei do Amor”, a atriz também estreou no cinema em 2016. “Tamo Junto” , comédia romântica de Matheus Souza e cheia de referências à cultura pop, está nos cinemas e marca o começo de uma “paixão” que não tem data para acabar. “Eu pretendo explorar mais o cinema”, admite. “Amo fazer novela, mas descobri que amo demais fazer cinema. Na novela você tem 30 cenas por dia. É muito mais volumoso, enquanto que no cinema dá para caprichar mais na atuação”, observa a atriz. “É outro ritmo, dá para trabalhar com mais delicadeza”.

Leia mais:  Silvio Santos comemora 86 anos com visita à exposição em sua homenagem

Depois da comédia, o terror. Na mesma semana que acaba “A Lei do Amor”, “O Rastro” chega aos cinemas. Com estreia em 30 de março, o segundo filme da carreira da carioca que aconteceu em 2016 promete manter seu nome em alta. “Eu acredito que esse filme vai dar início a uma nova temporada de filmes de terror no Brasil”, projeta Alice. “É uma superprodução”. Ela conta que adora o gênero. “Sou uma pessoa medrosa, mas masoquista”, ri ao perceber o paradoxo. “Adoro terror!” Entre seus filmes prediletos figuram “O Iluminado”, “O Chamado” e “Cisne Negro”.

Nas asas do sucesso

A atriz Alice Wegmann
Reprodução/Instagram
A atriz Alice Wegmann

À vontade com o sucesso, a atriz confessa o desejo de trabalhar com grandes cineastas de nossos cinema. “Walter Salles, Fernando Meirelles, Kleber Mendonça... temos trocentos de talentos e eu quero viver isso. Poxa, eu tenho só 21 anos...”, maravilha-se diante das infinitas possibilidades.

Alice admite que o baque foi grande. “É tudo meio novo para mim. De repente chegar numa produção dessa, como o filme, como a novela, e contracenar com a Leandra Leal, a Claudia Abreu... é sensacional!”.

Dona do penteado mais desejado atualmente –recorde de pedidos na Central Globo de Produção - , Alice Wegmman, que já fez curso de interpretação em Nova York, diz que a repercussão de Isabela foi totalmente inesperada. “É uma personagem que tem carisma”, atesta. “Acho que é muito fácil de se identificar com ela. É cotidiana e inspiradora. Acho que foi por isso que pegou”.

Leia mais:  "Motorrad" e "O Rastro" mostram que cinema brasileiro vai abraçar o pop em 2017

Ainda não há filmes ou novelas na agenda, mas Isabela, “Tamo Junto” e “O Rastro” são apenas parte desse cartão de visitas de Alice Wegmann, a nossa Adèle Exarchopoulos. O ano de 2016 é apenas o início dessa história.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.