Tamanho do texto

Do tapete vermelho à causa dos animais, Melissa Rivers dedicou sua vida ao universo da moda em todos os seus aspectos

Melissa Rivers é uma mulher cheia de tarefas. Autora de best-sellers, produtora de televisão, apresentadora do programa “ Fashion Police ” do canal E!, ela ainda tem tempo para se dedicar à filantropia e ser mãe de seu filho adolescente, Cooper. Com tantas atividades para exercer no seu dia a dia, ela conta o seu segredo para conseguir lidar com tudo isso: a meditação.

A apresentadora do Fashion Police, Melissa Rivers, é apaixonada por moda graças à sua mãe
Divulgação
A apresentadora do Fashion Police, Melissa Rivers, é apaixonada por moda graças à sua mãe


Leia mais:  Filha diz que Joan Rivers está descansando confortavelmente no hospital

“Eu amo o que eu faço, então eu trabalho muito e aproveito isso. Eu acho que vale a pena. Sinto que sou muito sortuda de fazer tantas coisas!”, comentou a ícone do mundo fashion em entrevista exclusiva concedida ao iG . Filha de Joan Rivers, uma das primeiras mulheres a fazer comédia stand up nos Estados Unidos, Melissa teve em casa um modelo de mulher determinada. “A coisa mais importante que eu aprendi é nunca desistir e continuar trabalhando, criando”, confessou.

Seu gosto por este universo começou em casa com a sua mãe. “Ela sempre foi deste universo, eu cresci com isso e eu sempre encontrava com designers por aí. Minha mãe gostava de pintar, de desenhar. Provavelmente foi daí que eu comecei a me interessar pela moda”, revelou a fashionista. Apesar do seu amor por este universo ser bastante visível pelo entusiasmo com que fala sobre isso, Melissa não deixa de reconhecer os problemas que cercam essa esfera.

Leia mais:  Comediante e apresentadora Joan Rivers morre aos 81 anos

A apresentadora, que demonstra preocupação com a causa animal, participou da campanha da PETA “Eu prefiro ir nua a usar pele” tornando-se porta-voz e modelo da organização não governamental. “Eu vejo que as pessoas estão muito mais conscientes e tem muito mais designers que demonstram essa preocupação, como Stella McCartney, que é muito ligada a isso. Mas acho que eles ainda têm um longo caminho pela frente”, refletiu a fashionista.

Quando o assunto é a mão de obra semiescrava, que atualmente é um dos maiores problemas da chamada fast fashion, Melissa responde prontamente: “Eu acredito que isso deveria ser inaceitável em todos os níveis”. “Eu penso que a qualidade das roupas é uma das coisas mais importantes. Eu amo Zara e H&M, mas eu acredito que todos devem receber salários dignos pelo seu trabalho”, comentou.

Leia mais:  Jennifer Lawrence tropeça de novo no tapete vermelho de "X-Men: Apocalipse"

O tapete vermelho

Entusiasta do tapete vermelho, momento icônico das cerimônias de premiações nos Estados Unidos, Melissa reafirma seu posicionamento de trazer a tona o trabalho dos designers nesses momentos. “É comum você falar ‘nossa, que roupa bonita’ em um evento, certo? E elas estão em uma festa!”, comentou. “Muitas delas, inclusive, são pagas para isso”, completou.

Em 2017, o programa "Fashion Police" entra em seu sétimo ano de transmissão e, logo nos primeiros meses, haverá mais desfiles no tapete vermelho para Melissa, já que em seu país de origem, geralmente as cerimônias de premiação acontecem nos primeiros meses do ano. Para ela, o seu futuro e o do programa é certo: “Mais diversão, mais moda, mais comédia e mais bons momentos”.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.