Tamanho do texto

Dani Bolina usou sua conta do Instagram para prestar uma homenagem ao avô, de 85 anos. "Doença ingrata, que tira a memória das pessoas"

A segunda-feira (7) não foi nada fácil para Dani Bolina. Isso porque seu avô veio a falecer e a ex-panicat usou sua conta no Instagram para se despedir e prestar a último homenagem.

Leia mais:  Mc Guimê tem 63% do corpo tatuado; veja outros famosos que adoram tatuagens

Dani Bolina
Reprodução
Dani Bolina


Aos 85 anos, Riograndino Bolina já estava doente há algum tempo. "Há poucos minutos recebi uma notícia que me deixou sem chão: o meu veio descansou, nesse instante um pedaço bem grande e significante de mim foi junto com ele, sofremos durante anos com ele com essa doença ingrata, que tira a memória da pessoa, mas a minha memória, o meu vô sempre estará aqui e eu sempre lembrarei o quanto você foi importante na minha vida e graças a Deus o quanto eu pude ter você do meu lado", escreveu Dani Bolina .

Hoje com 32 anos, Bolina prestou uma homenagem para o avô e relembrou os velhos tempos. "Como eu falei lá em cima, uma parte de mim se foi hoje com vc, mas ficarão os momentos bons, esse seu sorriso as porradas que você me deu, essa saudade virá comigo até o ( nosso próximo encontro ) e eu creio nisso".

Leia mais: Dani Bolina usa look decotado e brilhante em ensaio para o carnaval

A ex-panicat ainda deu um recado para seus seguidores: "Aproveitem seus avós, cuidem e curtam eles enquanto vocês puderem e sintam - se privilegiados por tê-los em suas vidas", finalizou.

Veja o texto completo:

Vai com Deus 💔 hoje foi eu que te dei tchau! 10/10/1931 🙏🏼 07/10/2016 Há poucos minutos recebi uma noticia que me deixou sem chão: O meu veio descansou, nesse instante um pedaço bem grande e significante de mim foi junto com ele, sofremos durante anos com ele com essa doença ingrata, que tira a memória da pessoa, mas a minha memória, a minha vô sempre estará aqui e eu sempre lembrarei o quanto você foi importante na minha vida e graças a Deus o quanto eu pude ter você do meu lado! Meu paizinho veio, me dava 5 pila eu ficava doida, colorado doente, zagueiro do força e luz, Riograndino Bolina com muito orgulho eu carrego o seu sobrenome, kkkkk como ele sempre ressaltava, só tenho que agradecer a Deus por ter me dado a oportunidade de ser sua neta e conviver 32 anos com vc, adorava uma rapadura, me fazia andar quadras e quadras com ele e eu odiava, descascava laranja eu ficava impressionada com aquela casca inteira sem quebrar, adorava molhar o pão no café com leite eu quase morria de nojo kkkk há meu velho você vai fazer falta, hoje você descansou foi para um lado melhor e mais puro, e você acreditava nisso né hoje com sua guia de São Jorge entrelaçada nos seus bracinhos já fracos e roxos, sei que vc me esperou e hoje pude passar as 10 horas mais sofridas ao seu lado, tentando apartar suas convulsões de 2 em 2 minutos, te ver sofrendo hoje me machucou profundamente e o pior, não pude fazer nada, mas tenho minha consciência tranquila de que eu fiz o que eu pude pra ajudar você nesses anos todos, e hoje nos despedimos, eu te dei um beijo na testa e te disse o quanto eu te amava com uma incerteza de que talvez o nosso próximo encontro não seria nosso, e sim meu! E foi!!! Como eu falei lá em cima uma parte de mim se foi hoje com vc, mas ficarão os momentos bons, esse seu sorriso as porradas que você me deu kkkkk essa saudade vira comigo até o ( nosso próximo encontro ) e eu creio nisso. " Cedo ou tarde a gente vai se encontrar tenho certeza numa bem melhor ... " LUTO obs: Aproveitem seus avós cuidem e curtam eles enquanto vocês puderem e sintam - se privilegiados por tê-los em suas vidas

Um vídeo publicado por Dani Bolina (@dbolina) em


Leia mais: Capa de revista masculina, Dani Bolina dispara: “Não era tarada, mas agora sou”

Dani Bolina ficou famosa no "Pânico na TV" e foi ganhando mais espaço dentro do programa quando virou repórter. Ela ainda participou da 4ª edição de "A Fazenda", mas foi a 5 eliminada do reality. Além disso fez participações em quadros do "Pânico na Band", "Tudo é Possível" e "Programa do Raul Gil".