Tamanho do texto

O cantor, que cuida dos porcos, faz tudo com muita alegria

o cantor de axé, que está na equipe Coelho, realiza suas tarefas na fazenda
Reprodução
o cantor de axé, que está na equipe Coelho, realiza suas tarefas na fazenda
Na primeira manhã de domingo (22) em que os participantes se encontram confinados, Compadre Washington foi o último a acordar. Com dificuldades para colocar suas galochas, o peão se empenhou em realizar suas tarefas, sempre com muito bom humor.

Andando para buscar as ferramentas que necessitava, o cantor já foi desejando bom dia a todos: “Bom dia Deus, bom dia mãe, bom dia meus amigos, bom dia!”, e continuava: “Bom dia aos que me querem bem, bom dia aos que não me querem bem, bom dia amigos e bom dia inimigos”.

O cantor, enquanto apanhava seus apetrechos, brincava com os animais mais próximos: “Não foram pra balada ontem, não? Fui num pagode bom, se tivessem me falado eu tinha umas cortesias”. O bezerro que parecia interagir com Compadre, respondeu com um ‘Bééé’, bem alto.

O peão, que tinha como tarefa cuidar dos porcos, foi andando até eles cantando: “Eu nasci há 10 mil anos atrás, e não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais”.

“Seus danados,” brincou o peão mostrando a comida para os animaizinhos enquanto abria a porta para os 3 passearem e ele lavar o espaço.

Thiago Gagliasso que brincava com o cantor perguntou: "O que você mandou eles fazer, Cumpadi?", e ele resondeu: "Mandei eles malhar".

Compadre Washington provocou risada nos peões que estavam por perto deixando a manhã de todos muito divertida.

Compadre Washington encontra certa dificuldade em bolocar as galochas
Reprodução
Compadre Washington encontra certa dificuldade em bolocar as galochas