Tamanho do texto

Mês passado, Angelina Jolie e Brad Pitt anunciaram a separação, depois de mais de 10 anos de união. Mas afinal, o que aconteceu?

No final de setembro deste ano, fomos surpreendidos com o fim do casal mais querido de Hollywood: Brangelina . Angelina Jolie e Brad Pitt estavam juntos desde 2004 e oficializaram o casamento em agosto de 2014. Juntos, criaram seis filhos, Maddox, 15, Pax, 12, Zahara, 11, Shiloh, 10, e gêmeos Knox e Vivienne, 8. Mas afinal, o que aconteceu para que esse casal apaixonante acabasse?

O casal Angelina Jolie e Brad Pitt durante cerimônia de gala
Reprodução/Twitter
O casal Angelina Jolie e Brad Pitt durante cerimônia de gala


Leia mais:  Celebridades choram a separação de Brad Pitt e Angelina Jolie

Confira o que sabemos até agora:

1) As coisas não andavam fáceis para Angelina Jolie e Brad Pitt já há algum tempo. Ele estava recebendo aconselhamentos para melhorar o relacionamento e buscou mudar seus hábitos e seu estilo de vida para que as coisas fluíssem de uma maneira melhor, mas...

2) Não deu muito certo e ela  quis pedir o divórcio. Entretanto, seu então marido tentou persuadir a atriz a permanecerem juntos. Segundo a revista PEOPLE , a intenção era fazer com que a situação fosse a menos traumática possível para seus filhos.

Leia mais:  "Estou muito triste", diz Brad Pitt sobre separação de Angelina Jolie

Brad Pitt e Angelina Jolie
Getty Images
Brad Pitt e Angelina Jolie

3) Rumores de que o ator estava sendo investigado pelo Departamento de Serviços da Criança e da Família de Los Angeles por abuso físico e verbal durante um desentendimento com um de seus filhos foram amplamente divulgados. O caso teria acontecido quando a família embarcava em seu avião particular para uma viagem. Entretanto, policiais concederam entrevista ao The Hollywood Reporter afirmando que nenhuma ocorrência envolvia o ator.  

4) Depois do episódio de desentendimento com seu filho no avião, Brad Pitt se submeteu a um teste de urina para detectar álcool e outras drogas no organismo e comprovar que ele não está exagerando na dose. Ainda que o teste não tenha sido requisitado pela polícia local, as informações segundo o site de fofocas TMZ é de que ele tenha entregado voluntariamente os exames após a viagem.

Leia mais:  Brad Pitt e Angelina Jolie estão morando separados há um ano, diz revista

5) Entretanto, a criação dos filhos foi definitivamente um dos fatores que influenciou na separação do casal. Mais especificamente as ideias conflitantes sobre como criar os filhos. Segundo o que a família do casal disse à revista PEOPLE ,  Brad Pitt era mais rígido e poderia até mesmo gritar com as crianças, enquanto Angelina Jolie seria mais tranquila e não permitiria que seus filhos seguissem as regras que o pai gostaria de impor. Uma das questões que ambos discordavam era em relação ao desenvolvimento de sua filha, Shiloh, que desde pequena gostaria de negar sua feminilidade e ser chamada de John. De acordo com o site especializado em famosos, Radar Online , para Brad Pitt isto era muito difícil de aceitar, enquanto Angelina Jolie não questionava a decisão da garota. 

6) O casal também não passava mais tempo junto. Enquanto Brad Pitt passava seu tempo na casa que tinham na França, em Château  Miraval, Angelina Jolie não era vista na região desde o início de 2015. Apesar das agendas de ambos serem bastante apertadas, desde trabalhos cinematográficos até ações de filantropia, segundo a revista In Touch , o casal estava morando separado, após uma série de términos e brigas que ocorreram no Natal de 2014.

Leia mais:  Angelina Jolie consegue guarda temporária dos seis filhos

Angelina Jolie e Brad Pitt
Reprodução/montagem
Angelina Jolie e Brad Pitt

Ainda que esse punhado de informações ajude a explicar o término de um dos relacionamentos mais famosos do mundo, os desentendimentos do casal não acabaram com o divórcio. Angelina Jolie está lutando para manter a guarda dos seis filhos, mas permitindo que o pai visite-os. Um acordo foi acertado entre o casal que, até o dia 20 deste mês, a custódia completa seria da atriz e o pai teria o direito de visitá-los, entretanto, com a supervisão de um terapeuta. O Departamento de Crianças e Serviços Familiares de Los Angeles ainda não decretou esta decisão como a final, mas após a data limite decidirá como será, enfim, a guarda dos filhos na situação. Além disso, todos os integrantes da família estão recebendo apoio psicológico para enfrentar a crise.

Outro aspecto da separação que ainda não tem uma solução é a respeito da partilha de bens. A fortuna do casal está avaliada em mais de R$ 1 bilhão, somando propriedades e valores em dinheiro. Ao que tudo indica, haverá uma separação de bens, já que ambos assinaram acordo pré-nupcial que determina isso em caso de divórcio. A revista  PEOPLE adianta que, conforme o documento, Angelina Jolie e Brad Pitt ficariam com a fortuna que tinham antes de se casar e que tudo aquilo que foi conquistado durante o relacionamento seria dividido em partes iguais para os seus filhos. 

Diante desse cenário, a revista US Weekly afirmou que o ator está devastado. Segundo entrevista concedida ao tablóide, Brad Pitt tem buscado apoio dos amigos íntimos, familiares e dos seus próprios filhos para superar a situação. “Ele ainda está completamente arrasado”, diz a publicação. 

Leia mais:  Angelina Jolie estaria agindo para destruir imagem de “bom moço” de Brad Pitt

O fim dessa novela envolvendo Pitt e Angelina Jolie ainda é incerto, mas definitivamente 2016 não foi um ano fácil para o amor. 

Confira algumas reações dos internautas com a separação do casal:













    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.