Tamanho do texto

Estilista fala sobre o programa que estreia neste sábado (27) no SBT, em que precisa costurar uma roupa específica em um prazo apertado. Saiba mais

Alexandre Herchcovitch aceitou o desafio de costurar roupas em um prazo de apenas 48 horas e vai mostrar o resultado disso nos oito episódios de "Corre & Costura", que estreia neste sábado (27), às 19h15 no SBT.  O estilista explica a dinâmica da atração, inédita na TV aberta mas já exibida no canal Fox este ano.

+ Alexandre Herchcovitch deixa direção criativa da própria marca

Alexandre Herchcovitch (à direita) com a mãe Regina e o amigo Rhody
Leonardo Nones/SBT
Alexandre Herchcovitch (à direita) com a mãe Regina e o amigo Rhody


"Ao contrário do que todo mundo pensa, não é um programa de moda. Nesses 20 anos de carreira recebi muitos pedidos e nem sempre consegui atender. O 'Corre e Costura' realiza o sonho das pessoas que querem ter uma roupa exclusiva, sob medida e assinada por mim", diz Alexandre Herchcovitch . "Não vou apenas criar um look, vou colocar a mão na massa, modelar, pensar em cada detalhe e costurar. Mais do que um desafio é uma oportunidade de desmistificar e mostrar que não é só glamour, mas sim, muito trabalho".

+ Gisele Bündchen usa vestido assinado por Herchcovitch na abertura da Olimpíada

Como funciona

Em oito episódios de meia hora cada, ele conhecerá pessoas comuns que estão passando por algum momento especial ou terão algum evento importante em suas vidas e que desejam encantar os outros com uma roupa.  No primeiro programa, que vai ao ar neste sábado, o estilista terá de fazer o uniforme de um time de futebol da Freguesia do Ó, na Zona Norte de São Paulo.

O estilista Alexandre Herchcovitch
Leonardo Nones/SBT
O estilista Alexandre Herchcovitch

"Eu não sei o que vai acontecer antes de começar a gravar, só quando a pessoa me pede o que precisa. Quando se pensava que eu só faria roupa de festas, surgem pedidos como esse. Na minha cabeça eu tinha de fazer uma peça e replicar, mas eu mesmo tive de fazer os 22 uniformes do time cortando, costurando e modelando". 

+ Diretor do SBT diz como escolheu a nova apresentadora do "Hell's Kitchen"

A correria é grande. "A gravação acontece em tempo real e a roupa tem que ser entregue em 48 horas.  São 4h, 5 horas de trabalho no primeiro dia e no seguinte tem que estar pronta. Uma roupa que ficaria pronta em uma semana, fica em 10 horas de trabalho  O programa me tira totalmente  da zona de conforto,  pois a cada episódio sou levado para um ateliê diferenre, eu não uso o meu. Já fiz roupa até com maquina de costurar boné".

Para cumprir o prazo apertado, Alexandre Herchcovitch conta com a ajuda da mãe, Regina , e de Rhody , amigo responsável por encontrar todos os materiais pedidos para produzir as peças. Trabalhar em família não é problema, garante. "É pura diversao para mim, estou super acostumado a trabalhar com ela. Temos uma intimidade que vocês vão ver como é".

Os pedidos atendidos variam a cada episódio: além do time de futebol, um casal paquistanês, uma fisiculturista e até uma noiva estão na lista. No final, ele pergunta se a pessoa usaria a peça produzida exclusivamente para ela. "Adoraria que alguém não gostasse, mas todo mundo gostou, só uma ficou na dúvida.  O estilista tem que lidar também com a crítica. Se alguém vai na sua loja e não leva nada pode ser por 'n' motivos, mas um deles pode ser que não tenha gostado da sua criação".


Nova temporada?

O diretor de Conteúdo da FOX Networks Group Brasil,  Zico Goes , diz o que levou o canal a desenvolver o projeto. "Esse é um reality que nunca tivemos antes. Um estilista renomado, despido de qualquer tipo de conforto e colocado à prova para mostrar que moda, roupas e estilo não é apenas o que vemos nas passarelas. Ter o Alexandre Herchcovitch passando por desafios como os que o colocamos é, não só uma honra, mas também uma grande chance de apresentar uma nova visão sobre o tema".

Alexandre na coletiva do programa
Leonardo Nones/SBT
Alexandre na coletiva do programa

O diretor de Planejamento Artístico e Criação do SBT, Fernando Pelegio , explica como a atração já exibida na Fox foi parar na TV aberta. "É inusitado ver um designer da alta sociedade fazendo coisas do povo. O programa mostra que um estilista badalado, como Alexandre Herchovitch, pode muito bem trafegar em todas as classes e está inaugurando uma nova faixa de programação nacional às 19h15. Com isso, a partir deste sábado os telejornais locais vão comecar mais cedo", avisa.

A produção de uma segunda temporada com Alexandre Herchovitch ainda é um mistério. "Não está acertada a nova temporada com a Fox", adianta o estilista.  Dependendo do sucesso, o SBT não descarta produzí-la. "Uma nova temporada depende de 'Oks' superiores, precisamos sentir a reação do público antes", afirma Pelegio.

    Leia tudo sobre:
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.