Tamanho do texto

Atriz encara Isabela como um dos grandes desafios de sua carreira e se encanta por contracenar com Jesuita Barbosa: "é para carregar na memória"

Marina Ruy Barbosa  está feliz com seu novo trabalho na minissérie “Justiça”, que estreia nesta segunda-feira (22) logo após a exibição de “Velho Chico”, na Globo . Mas não se engane. A personagem da atriz, Isabela, será assassinada no capítulo de estreia pelo noivo enciumado e tomado de raiva vivido pelo ator Jesuíta Barbosa , dos filmes “Tatuagem” e “Praia do Futuro”.

Marina Ruy Barbosa em cena de
Divulgação
Marina Ruy Barbosa em cena de "Justiça", que estreia nesta segunda-feira (22) na Globo

“Isabela é efêmera. Uma jovem de espírito livre e inconsequente”, revelou Marina Ruy Barbosa ao site oficial da produção. Apesar de ser assassinada pelo noivo Vicente, após este flagra-la aos beijos com o ex, Isabela vai aparecer em flashebacks nos outros capítulos dedicados ao arco de Vicente. Tal como na série da HBO “In Treatment” e na sua versão brasileira, "Em Terapia", exibida pelo canal pago GNT, “Justiça” dedicará um dia da semana a uma história. São quatro histórias; as quartas a minissérie não será exibida. A de Vicente se desenrola as segundas-feiras. Eventualmente as tramas se cruzam.

Leia mais:  Em praia paradisíaca, Marina Ruy Barbosa aceita pedido de casamento

“O maior desafio é dar para esta personagem o tamanho certo para sentimentos tão dramáticos. Em cena, foi preciso me despir de qualquer pudor - e eu não estou apenas me referindo às cenas em que Isabela se relaciona com seu noivo”, explica a atriz . “Isso vale para todos os momentos em que ela aparece.”

Marina Ruy Barbosa e Jesuita Barbosa em ensaio publicado no Instagram da atriz
Reprodução/Instagram
Marina Ruy Barbosa e Jesuita Barbosa em ensaio publicado no Instagram da atriz

Isabela é diferente de tudo que a atriz, que recentemente viveu a Elisa de “Totalmente Demais” , já interpretou. Essa é a avaliação da própria Marina. “Ela é bem interessante, é um pouco manipuladora, mas, ao mesmo tempo, solta, livre. É inconsequente, não pensa muito no que faz. Bem diferente dos meus outros personagens. Está sendo divertido fazer".

Sobre Jesuíta Barbosa, com quem coincidentemente divide o sobrenome, a atriz é só elogios. “Jesuíta é um ótimo ator. A nossa parceria se deu no estúdio. Está sendo um encontro daqueles que valem a pena carregar na minha memória”. O prazer de atuar com Jesuita é tão grande que Marina postou na manhã desta segunda-feira (22), em homenagem à estreia da produção, um ensaio inspirado no filme “Blow up – Depois Daquele Beijo” (1966), do cineasta italiano Michelangelo Antonioni.

“Hoje tem a estreia de #justiça! E para comemorar eu e meu parceiro de cena, Jesuita Barbosa, fizemos um ensaio lindo pra vocês inspirado no filme do Michelangelo Antonioni: Blow-Up", explicou ela, ao compartilhar as imagens em seu perfil no Instagram.

O entusiasmo de Marina Ruy Barbosa parece mesmo grande demais para ser contido. "Tinha muita vontade de trabalhar com o Zé (José Luiz Villamarim, o diretor artístico da produção) e a equipe dele. Quando soube do elenco, fiquei bem animada", comemora para em seguida completar: "Estou ansiosa para ver o resultado, porque a gente faz e não tem noção de como está ficando, então dá curiosidade".

Trajetória

Marina Ruy Barbosa começou a atuar ainda pequena e seu primeiro trabalho de destaque foi em 2004, como a Aninha de “Começar de Novo”. De lá para cá, acumulou personagens e experiências diante das câmeras.

Apresentou a TV Globinho em 2009 depois de ter chamado a atenção nas novelas “Belíssima” (2005), “Sete Pecados” (2007) e “Tudo Novo de Novo” (2009). A nova década começou promissora para a atriz com boas participações nas tramas “Escrito nas Estrelas” (2010), “Morde & Assopra” (2011) e “Amor à Vida” (2013).

No entanto, foi mesmo como a Maria Ísis que roubou o coração do Comendador (Alexandre Nero) de “Império” (2014), novela de Aguinaldo Silva, que a atriz mudou de status. Passou de promessa à realidade e deixou de ser referência apenas por causa de namoros e postagens em redes sociais para ser reverenciada por seu trabalho como atriz.

A minissérie “Amorteamo” e a bem-sucedida “Totalmente Demais” foram confirmações da boa fase na carreira vivida pela atriz que agora se experimenta com uma personagem mais complexa em “Justiça”, trabalho que tem tudo para coroar essa boa fase.

A Maria Ísis de
Reprodução
A Maria Ísis de "Império" foi uma personagem icônica de Marina Ruy Barbosa

“Justiça” é uma minissérie de 20 capítulos escrita por Manuela Dias, com a colaboração de Mariana Mesquita, Lucas Paraizo e Roberto Vitorino. A direção artística é de José Luiz Villamarim, e a direção é de Luisa Lima, Walter Carvalho, Isabella Teixeira e Marcus Figueiredo. 

A vida pessoal de Marina Ruy Barbosa vai bem, obrigado. A atriz está noiva do empresário Xandinho Negrão, com quem planeja se casar em uma cerimônia discreta tão logo possível.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.