Tamanho do texto

Apresentadora fala sobre a rotina intensa, seu envolvimento com os negócios da moda, a vontade de aumentar a família e relembra o atentado

A apresentadora Ana Hickmann  falou sobre seus sonhos para o futuro, de sua carreira e comentou o ataque que sofreu neste ano. Em entrevista à revista “Estilo”, a apresentadora declarou que se sente grata pelas oportunidades que teve ao longo da carreira: “Devo tudo o que tenha à moda". Ela também fala sobre o preconceito que sofreu ao ir para a TV: “Ouvia as pessoas falando ‘carinha bonita, cabeça vazia’. Isso me deixava brava”.

Ensaio Ana Hickmann
RENAM CHRISTOFOLETTI /ESTILO
Ensaio Ana Hickmann

+Polícia conclui investigações sobre atentado contra Ana Hickmann

Ela também falou sobre seus sonhos, diz que ainda vai em busca deles, e conta ainda que gostaria de aumentar a família: “Já escutei que sou muito ambiciosa, mas acho que as pessoas precisam ter ambição. No meu caso, não é por mais dinheiro. Sou impul­sionada por emoção. Faço o que me dá prazer”.

+Abalada, Ana Hickmann relata momentos de terror: "Tive a certeza que ia morrer"

Ana Hickmann
RENAM CHRISTOFOLETTI /ESTILO
Ana Hickmann

 A apresentadora da Record também comentou o episódio em que ela, seu cunhado, Gustavo Correa e sua cunhada, Giovana Oliveira, foram feitos reféns por um homem que se dizia fã de Ana. “Nunca achei que fiz algo errado na internet. Nem dar atenção de menos nem em demasia. Mas alguns cuidados eu já tomava, como não taguear minha localização”, disse a apresentadora. Ela também conta que o ocorrido a fortaleceu: Não tenho mais medo de deixar as pessoas me verem chorar. Nunca contive as lágrimas quando via, por exemplo, uma reportagem co­movente. Mas, com coisas minhas, sempre me guardei. Essa parte frágil, nunca deixei nin­guém enxergar. Agora, não mais”. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.