Tamanho do texto

Ator estava internado há mais de dois anos tratando uma doença degenerativa em hospital da Zona Norte do Rio

Guilherme Karan morreu na manhã desta quinta-feira (7), após mais de dois anos internado no Hospital Naval Marcílio Dias, na Zona Norte do Rio de Janeiro, tratando a síndrome de Machado - Joseph, uma doença degenerativa. A informação foi confirmada ao iG pelo pai do ator, Alfredo Karam. 

O ator participou de diversas novelas e filmes
Divulgação/TV Globo
O ator participou de diversas novelas e filmes




"A última vez que vi meu filho foi ontem (6), ele já não estava bem, mas Deus sabe o que faz", afirmou Alfredo Karam . Ele também contou que não haverá velório e que o local do enterro não foi definido por enquanto. 

O último trabalho de Guilherme Karan na TV foi na novela "América", em 2005. O ator também fez sucesso por conta de sua participação no "TV Pirata", nos anos 80 e no filme "Super Xuxa Contra o Baixo Astral" (1988). Atualmente, pode ser visto no canal Viva como o mordomo Porfírio da novela "Meu Bem, Meu Mal" (1990).

Em entrevista ao iG em janeiro, o pai dele afirmou que não havia atualizações  sobre a saúde dele. "A consciência dele não foi afetada, mas os movimentos e a fala estão comprometidos. Ele ouve, mas não pode falar. Ele se comunica com a cabeça e com os olhos. Vamos ver o que Deus fará por ele".

Ele também disse o ator que não assistiu à reestreia do "TV Pirata" no Canal Viva: "A gente sente bastante. Com dois filhos que já se foram e ele no mesmo caminho, eu prefiro ficar com recordações do passado sem estar repisando em cima", desabafou.