Tamanho do texto

Cantor voltou a usar rede social para esclarecer polêmica com Graciele Lacerda: "Esperava não estar cometendo pecado"

Zezé Di Camargo  não esperava tamanha repercussão no caso da sua ida a um "puteiro", como o cantor se referiu para falar de uma boate paulista, na companhia da namorada Graciele Lacerda . Depois de gerar polêmica com um desabafo no Instagram, o sertanejo voltou a usar a rede social para esclarecer o caso.

+ Zezé Di Camargo conta que foi a "puteiro de classe" e reclama do preço de bebida

Zezé Di Camargo sobre ida ao
Reprodução/Instagram
Zezé Di Camargo sobre ida ao "puteiro": "Esperava não cometer nenhum pecado"


"Eu e a minha namorada fomos ao Scandallo, uma casa noturna de São Paulo, para nos divertir. Como tantos casais, interessava, a nós, dançar, brindar, rir e, como confesso observador da alma humana, assistir um pouco do comportamento alheio, por que não? Estávamos lá como espectadores, bem entendido", disse Di Camargo.

O cantor afirmou que havia no estabelecimento garotas de programa. "O Scandallo tem tudo isso e opções para quem quer mais, como representantes daquela que é tratada como a mais antiga profissão do mundo. Cada um na sua, há diversão para todos os gostos. A nossa não esbarrava em nada que não dissesse respeito a nós dois."

+ Barraco! Zilu Godoi e Luciele Di Camargo trocam ofensas em rede social

No texto, Zezé reclamou novamente do preço salgado da conta. "Mas, assim como respeito as opções de cada um, eu me senti sinceramente desrespeitado como consumidor, ao receber uma conta que estimava em R$ 5 mil por duas garrafas de Perignon. Não espero encontrar preços que são uma pechincha num lugar como esse, mas, francamente, é um abuso, uma exploração que me incomoda bastante e ultrapassa todos os limites do bom senso. Esperava não estar cometendo nenhum pecado para ter de pagar tão mais caro por uns drinks. Mas, se assim a casa entende que deva tratar seus clientes, que pena, porque a balada de lá é muito boa e muita gente deveria curtir."