Tamanho do texto

Ao lado de Amber Heard, ator gravou pedido de desculpas público e vídeo foi comparado a apelo de pedido de reféns

Johnny Depp  e a mulher Amber Heard  admitiram em vídeo que são culpados das acusações que sofreram de importação ilegal de animais para a Austrália, no fim de 2015. 

Johnny Depp e Amber Heard
Reprodução/Youtube
Johnny Depp e Amber Heard


+ Johnny Depp fala pela primeira vez sobre polêmica com cães e beija apresentador

O casal responde a um processo por não ter declarado que entrava no país com seus dois cachorros de estimação. Em um pedido de desculpas bizarro, os atores aparecem exaltando as paisagens paradisíacas australianas e pedem que os outros não façam o mesmo que eles. 

"A Austrália é uma ilha maravilhosa com plantas, animais e pessoas únicas. A Austrália está livre de várias doenças que estão aí pelo mundo, por isso que tem leis tão fortes de biosegurança", inicia Amber, e Depp apoia. "Ela tem que ser protegida. Declare tudo quando entrar na Austrália", finaliza o ator, que não esconde o olhar de constrangimento.

O vídeo, divulgado nas redes sociais pelo governo australiano, foi uma imposição do Ministério da Agricultura da Austrália para aliviar a pena do casal. Ao se declararem culpados, Depp e Amber terão apenas que pagar uma indenização de mil dólares australianos caso alguma lei do país seja novamente violada durante o período de um mês.

Preta Gil, Fernanda Souza, Johnny Depp e mais: casamentos que abalaram 2015

O tom triste e constrangido do casal acabou virando piada nas redes sociais. Internautas que acompanharam o caso até o compararam aos apelos de um pedido de reféns do terrorismo.

     +  Fotos de noiva do ator Johnny Depp nua vazam na web

Entenda o caso

Durante as filmagens do filme "Piratas do Caribe: Os Mortos Não Contam Histórias", na Austrália, Johnny Depp levou de forma ilegal seus dois cachorrinhos da raça Yorkshire. Os animais viajaram no jato particular do ator e não passaram pela inspeção das autoridades.

À época, o ministro da agricultura australiano acusou o ator nas redes sociais e ameaçou sacrificar os animais. "Só porque ele é Johnny Depp não significa que está isento de cumprir a lei australiana".

Os cachorros de Johnny Depp foram ameaçados de morte na Austrália
Reprodução
Os cachorros de Johnny Depp foram ameaçados de morte na Austrália