Tamanho do texto

Líder do Coldplay como um livro o ajudou a superar o divórcio: "Mesmo quando você está infeliz, isso é bom para você"

Em entrevista para o jornal britânico “The Sun”, Chris Martin falou sobre a depressão que enfrentou quando chegou ao fim seu casamento com a atriz Gwyneth Paltrow. O casal estava junto desde 2003 e o divórcio foi oficializado em abril do ano passado.

Gwyneth Paltrow e Chris Martin
Divulgação
Gwyneth Paltrow e Chris Martin


O vocalista do Coldplay afirma que foi pego de surpresa com a situação do relacionamento ao fim da turnê “Mylo Xyloto”, em 2011. “Terminar uma grande turnê como essa dá um vazio estranho. Quando tudo termina, você precisa ver o que está acontecendo em sua vida pessoal. Quando fui ver, um monte de coisas simplesmente não existia mais”, lamentou.

Martin e Paltrow ainda tentaram manter o casamento, mas em 2014 anunciaram a “separação consensual”. “Eu acordei muitos dias para baixo. Mas agora eu sinto como se tivesse encontrado o caminho para dar a volta por cima”, declarou o cantor ao “The Sun”.

“Eu não penso sobre essa palavra muitas vezes – o divórcio. Eu não vejo dessa forma. Eu vejo isso mais como você conhece alguém, tem algum tempo com essa pessoas e as coisas simplesmente seguem outro lado. Você pode sentir culpa e mais culpa por isso. Ou pode se colocara fora disso, se limpar e se remontar”.

Para  ajudar a superar essa difícil fase, Martin contou com a leitura de alguns livros, principalmente “A casa de hóspedes”, da poetisa persa Rumi. “Aquele poema de Rumi muda tudo. Ele diz que, mesmo quando você está infeliz, isso é bom para você. Levei um ano para superar isso. Um ano de depressão”.

Os frutos do relacionamento de Chris Martim com Gwyneth Paltrow são Apple , de 11 anos, e Moeses , de 9. Atualmente, o cantor namora a atriz Annabelle Wallis . Já Gwyneth estaria saindo com Brad Falchuk , criador da série “Glee”.



    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.