Tamanho do texto

Atriz marca presença em manifestação contra a nomeação de Lula como Ministro da Casa Civil na noite de quarta-feira (16)

Inconformada com a atual crise política, Thaila Ayala marcar presença no protesto contra a presidente Dilma Roussef  e sua decisão de nomear o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  para o cargo de Ministro da Casa Civil, que aconteceu na noite de quarta-feira (16), em São Paulo. A atriz registrou o momento nas redes sociais e fez um desabafo sobre os rumos da política brasileira.

Thaila Ayala protesta em São Paulo:
Reprodução/Instagram
Thaila Ayala protesta em São Paulo: "Não sou elite"


Hasteando uma bandeira do Brasil, Thaila afirma que não se sente representada por nenhum lado da polarização defende a reforma no sistema. "O que eu quero? Justiça! O que isso significa: ladrões na cadeia! Corruptos fora do poder! Eu não sou Dilma, eu não sou Aécio, eu não sou Lula. Eu sou Brasil! Não acho que impeachment seja a solução, mas sim uma reforma política. Por onde começar? Infelizmente não sei, mas acho que precisamos começar por algo e que seja colocando bandidos na cadeia!", disse.

A atriz continuou o desabafo: "E eu não sou elite! Minha mãe foi empregada doméstica a vida toda e se aposentou como cozinheira de um hospital público, eu estudei em escola pública, morei quase a vida toda num conjunto habitacional (chamado) Jardim Mediterrâneo, em Presidente Prudente e fui operada ‘errada’ em hospital público!".

Durante a manifestação na Avenida Paulista, Thaila ainda esbravejou palavras de ordem e cantou: "Lula ladrão, seu lugar é na prisão".

Assista aos vídeos gravados pela atriz:



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.