Tamanho do texto

"A virgem do ano tem que ser uma pessoa carismática", disse um dos participantes do evento que deu o pontapé na folia

Agência Brasil

Enmanuel Queiroz, que trabalha com produção cultural, era dos mais animados do Bloco Virgens da Asa Norte, Ele disse que buscava o terceiro título de Rainha das Virgens
Agência Brasil
Enmanuel Queiroz, que trabalha com produção cultural, era dos mais animados do Bloco Virgens da Asa Norte, Ele disse que buscava o terceiro título de Rainha das Virgens

Com a animação de quem está só começando a curtir a folia, embalados pela percussão do grupo Patubatê, e com criatividade de sobra, os foliões brasilienses deram início à diversão carnavalesca neste domingo. Para o Bloco Virgens da Asa Norte, que abre o carnaval de Brasília, um dos pontos altos é a eleição da Rainha das Virgens, e, apesar da chuva no começo do concurso, os candidatos já disputavam o seu espaço.

“A virgem do ano tem que ser uma pessoa carismática, um ícone do carnaval brasiliense, ser totalmente despojada, ter estilo, se jogar, tem que ser 'O Carnaval'. É tipo eu, né?”, vangloria-se Enmanuel Queiroz , 32 anos, um dos mais animados foliões que se concentravam no local. Mesmo debaixo do chuvisco que caía na Asa Norte no início da tarde, Enmanuel não perdia o bom humor e procurava provocar os concorrentes.

Ele disse que já foi vencedor do concurso em anos anteriores, se fantasiando de Garota Fantástico, Carla Perez e Globeleza. “Este ano, estou querendo ganhar meu terceiro campeonato. Já ganhei em dois anos consecutivos. A gente vai pegar as moças e selecionar por aclamação popular no desfile. As moças de qualidade, claro. Não essa desqualificada, que vai disputar o título de Miss Mocreia 2016”, brincou, referindo-se a um vizinho fantasiado. 

Para a estudante Beatriz Zanine , 16 anos, a chuva não é um empecilho. “Eu estou bem animada. Sempre passo o carnaval em uma chácara, então este é o primeiro que eu estou indo, e estou gostando bastante”, disse. Ao lado do amigo Cláudio Gabriel Ferreira , que não falou se concorreria ou não no concurso, Beatriz brincou com o título do bloco. “Na hora que eu vi o nome Bloco das Virgens, falei: 'Já não posso ir, né?' Porque, convenhamos. Mas, enfim, estou aqui”.

Bloco Virgens da Asa Norte chega ao sexto desfile consecutivo na capital. Neste domingo, ele agita os foliões no Setor Bancário Norte
Agência Brasil
Bloco Virgens da Asa Norte chega ao sexto desfile consecutivo na capital. Neste domingo, ele agita os foliões no Setor Bancário Norte

Dizendo-se conhecedor da fama do Bloco das Virgens em outros estados, mas pela primeira vez em Brasília, o estudante de comunicação Matheus Gomes , 20 anos, disse que está animado para curtir o período na capital federal, onde segundo ele vem melhorando. “O carnaval aqui vem mudando. Tem blocos em Brasília que não são só de axé. Alguns saem com um perfil diferenciado. E é mais aqui que isso acontece. Isso é interessante”, afirmou.

Entre um e outro gole de vinho, o colega de Matheus, Victor Rodrigues , 20 anos, disse que a bebida é para “aguentar o frio”. Já sobre os preservativos distribuídos gratuitamente, dos quais pegou alguns, ele brincou: “É porque eu sou virgem mesmo (risos). Mas se acontecer, a gente tem aí como se prevenir”.

Já para a nutricionista Keilane Regina , o carnaval vai ser uma oportunidade de trabalho. Vendendo arranjos de flores para a cabeça ao lado da irmã Keilane, torcia para que a chuva diminuísse para que seu comércio pudesse melhorar. “A gente sabia que ia chover, mas não pensava que ia ser o tempo inteiro. A gente pensou que ia dar uma trégua, está complicado, mas a gente está na esperança que melhore”.

Bloco Virgens da Asa Norte chega ao sexto desfile consecutivo na capital. Neste domingo, ele agita os foliões no Setor Bancário Norte
Divulgação
Bloco Virgens da Asa Norte chega ao sexto desfile consecutivo na capital. Neste domingo, ele agita os foliões no Setor Bancário Norte

Esta é a sexta vez que o Bloco Virgens da Asa Norte abre o carnaval de Brasília. Além do desfile pelo Setor Bancário Norte e do concurso para a Rainha das Virgens, o fundador do grupo Henrique Aragão conclamou o folião da cidade a brincar. “É um carnaval de paz, para todo mundo, para toda família e para todas as famílias. Todo mundo é muito bem-vindo, só precisa trazer muita paz, muito amor no coração e vir brincar com a gente”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.