Tamanho do texto

Com um casamento conturbado, cantora negou que tenha sido agredida e abusada pelo ator: "Alegações maliciosas"

Madonna  saiu em defesa do ex-marido,  Sean Penn , em seu depoimento contra Lee Daniels . A rainha do pop desmentiu as acusações de que o ator teria lhe agredido e abusado no passado. Em setembro, Penn processou o Daniels após ele ter sugerido que o ex-marido da cantora já teria agredido mulheres durante uma entrevista. 

Madonna e Sean Penn:
Getty Images
Madonna e Sean Penn: "Ele nunca me bateu"


O site americano "Deadline" teve acesso ao depoimento da cantora concedido em outubro, no qual ela chama as acusações de maliciosas e falsas. "Estou ciente das alegações que surgiram ao longo dos anos, acusando Sean de casos de agressão física e abuso contra mim. Especificamente, estou ciente das alegações relativas a um incidente que ocorreu em junho de 1987, em que, de acordo com relatos de tablóides, Sean supostamente me surpreendeu com um bastão de beisebol. Sei que as alegações são completamente ultrajantes, maliciosas, imprudentes e falsas", declarou Madonna.

Em 1989, Sean Penn foi preso após ter sido acusado por novas agressões contra a cantora. No depoimento, Madonna diz que isso nunca aconteceu. "Sei que aquelas alegações eram falsas. Sean nunca me bateu, me amarrou ou me atacou psicologicamente".

Madonna e Sean Penn
Getty Images
Madonna e Sean Penn


Processo

Criador da série "Empire", Lee Daniels falou sobre o caso de violência doméstica contra Terrence Howard, protagonista do seriado, e o comparou com o episódio envolvendo Sean Penn e Marlon Brando. "Ela não fez nada de diferente do que Marlon Brando ou Sean Penn fizeram, e de repente ele é um p... demônio", disse Daniels em entrevista ao "Hollywood Reporter".

Em resposta, Penn entrou com um processo contra Lee Daniels, alegando que as acusações "falsas e difamatórias" lhe causaram "grande angústia e sofrimento emocional", ferindo a sua "credibilidade e reputação".