Tamanho do texto

"Eu iria cancelar o show desta noite, mas eu pensei comigo mesma: por que eu daria isso a eles, por que eu permitiria que eles me parassem?", disse a cantora num discurso emocionado

Madonna faz um discurso emocionado no palco de Estocolmo, na Suécia, e chora
Reprodução
Madonna faz um discurso emocionado no palco de Estocolmo, na Suécia, e chora

Madonna chorou no palco durante uma apresentação em Estocolmo, na Suécia, nesse sábado (14) ao falar sobre os ataques terroristas em Paris , que deixaram, ao menos, 129 mortos.

"Eles querem nos calar, querem nos deixar em silêncio, mas não vamos deixar eles fazerem isso jamais", disse a artista. Madonna confirmou que manterá sua turnê europeia e que irá incluir a clássica canção francesa "La Vie en Rose", de Edith Piaf, nas próximas apresentações para homenagear a França.

                          LEIA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE GENTE

O vídeo divulgado por Guy Oseary, empresário da pospstar, no Youtube, mostra o emocionado discurso de Madonna antes de cantar "Like a Prayer":

Mudar nós mesmos, mudar a forma com a qual tratamos um ou outro no dia a dia, do jeito mais simples, é a única forma de mudar o mundo", diz Madonna

"Obviamente esse show todo é para celebrar a vida, lutar pelos seus direitos, pelas suas crenças. Está sendo difícil para mim continuar o show, eu não esqueço o que aconteceu na noite passada."

E continua: "Isso está me perturbando o dia inteiro, está sendo bem difícil continuar esse show porque de muitas formas eu me sinto despedaçada quando danço e me divirto enquanto as pessoas choram porque perderam seus amados. Entretanto, isso é exatamento o que essas pessoas quariam fazer, eles queriam nos calar. Eles queriam nos silenciar. E nós não vamos deixá-los. Nós nunca os deixaremos porque há poder na união. E eu acredito que há caos, dor, violência, terrorismo por todo o mundo e não só em Paris. Mas ocorre mais bondade no mundo e estamos aqui para provar isso."

A popstar ainda revela: "Eu iria cancelar o show desta noite, mas pensei comigo mesma: por que eu daria isso a eles, por que eu permitiria que eles me parassem e nos parassem? Vamos aproveitar a liberdade. Todos os lugares em que as pessoas foram mortas, eram lugares em que as pessoas se divertiam, comendo em restaurantes, dançando, cantando, assistindo jogo de futebol, mas a liberdade deles foi tirada. E é liberdade que nós merecemos, nós trabalhos duro e mereremos nos divertir. E não há ninguém no mundo que tenha o direito de nos fazer parar o que amamos fazer."  

Está sendo bem difícil continuar esse show porque me sinto despedaçada quando danço e me divirto enquanto as pessoas choram porque perderam seus amados"

Depois Madonna diz que a única forma de mudar o mundo não é eleger um outro presidente ou matar mais uma centena de pessoas e sim "mudar nós mesmos, mudar a forma com a qual tratamos um ou outro no dia a dia, do jeito mais simples. É a única forma de mudar o mundo." 

Ela então pede ao público um minuto de silêncio e chora. Pega um lenço de papel de alguém da plateia para enxugar as lágrimas e canta "Like A Prayer" com coro dos fãs. Assista!

* Com informações da agência Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas