Tamanho do texto

Em mais uma discussão online, Dado mencionou a ex-namorada, a quem agrediu em uma boate em 2008

Dado Dolabella tem chamado atenção nas redes sociais, mas já faz algum tempo que não por seu trabalho.

Na noite de terça-feira (10), o ex-ator - agora militante da causa vegana - criticou o movimento feminista, dizendo que mulheres que comem carne não podem se considerar feministas pois apoiam o sofrimento de fêmeas de outras espécies, portanto são na verdade "mulheristas".

Luana Piovani e Dado Dolabella terminaram em 2008 após uma agressão contra a atriz
Divulgação
Luana Piovani e Dado Dolabella terminaram em 2008 após uma agressão contra a atriz

A declaração provocou revolta e várias mulheres comentaram sua insatisfação, pedindo para que ele "parasse de passar vegonha" e que ele estava apenas querendo se promover.

A isso, Dado respondeu "Me promover? Me chamo Luana Piovani ?". As internautas o questionaram quanto a apoiar o movimento feminista, mas estar desrespeitando a ex-namorada e ele deixou claro que "por ela não tenho respeito nenhum, zero".

A discussão se estendeu por horas e Dado mencionou a ex diversas vezes, fazendo piada e dizendo não estar arrependido de ter agredido a atriz quando namoravam em 2008. Os dois começaram a discutir em uma boate e Luana foi estapeada e empurrada por Dado e teve que imobilizar os dois braços.

O ator chegou a ser acusado por Luana na justiça por conta da agressão. Ele ainda conta com um processo pelo mesmo motivo aberto por outra ex, Viviane Sarahyba e com uma denúncia de agressão contra o próprio filho, registrado pela mãe da criança em 2012.