Tamanho do texto

Em entrevista à revista "Sexy", ela fala de abuso sexual, prostituição, drogas, sexo com animais e as complicações com hidrogel que quase a levaram à morte

Andressa Urach falou sobre as polêmicas de sua biografia em entrevista à revista "Sexy" de outubro. Ex-capa da publicação, ela recordou o passado de prostituição, drogas, abuso sexual, o relacionamento com criminosos e o período em que quase morreu por conta do hidrogel aplicado no corpo. "Sei que Deus já me perdoou", garante. Veja as principais declarações:

Andressa Urach
Rogério Voltan/Divulgação
Andressa Urach

Abusada pelo avô

"A minha avó presenciou ele me tocando. Ele falava coisas horríveis: me ameaçava e tinha um barrigão. Ele dizia: 'Vovô ta grávido. Olha o pezinho do nenê saindo, da um beijinho'. Começo a falar e já me dá embrulho.".

A ex-vice Miss Bumbum relembra polêmicas
Rogério Voltan/Divulgação
A ex-vice Miss Bumbum relembra polêmicas

Sexo com animais

"No caso do cachorro, que recebi sexo oral, é horrível e da qual me envergonho muito, resolvi contar porque no interior isso é muito normal. Tem pessoas que se relacionam com vários tipos de animais: galinha, cabra, vaca". 

Prostituição

"Comecei num bordel, pela necessidade financeira...Uma amiga tinha me dito que uma prima dela tinha dançado em uma casa noturna e ganhado R$ 500,00. Eu fui e, chegando lá, a tentação foi muito maior: ganhei R$ 1.000,00 no meu primeiro programa. O meu salário do mês inteiro. Foi quando descobri que, quanto mais bonita a garota, mais ganhava. E aí comecei com as cirurgias plásticas E A vaidade e o dinheiro subiram à minha cabeça. E eu escolhi o mal; fiz muito mal pras pessoas, destruí lares, porque só me envolvia com homens casados, comecei a ganhar muito dinheiro...foi quando descobri que sendo famosa, eu ganharia muito mais. Saí do bordel e fui para a prostituição de luxo".

Deslumbre

"Comecei aparecer na televisão e disse: 'Quero ser capa de revista', e fui capa da Sexy. Ali foi meu auge. Quando fique famosa internacionalmente por causa do Cristiano (Ronaldo), cheguei a ganhar R$ 15 mil nos meus cachês. Ele foi o único nome que pus no livro. Não quis expor o nome de outros clientes, porque me envolvi com jogadores, religiosos, atores famosos...". 

Envolvimento com criminosos

"Desde traficante, ladrão de cargas, bicheiro, todos os tipos. Acabei optando por eles por isso: pelo prazer, pela dor, pela agressão física, pelo medo... porque eu já não conseguia me relacionar sexualmente com carinho, com aquela coisa normal. Eu precisava da dor, do medo. Isso fazia eu sentir prazer.".

Andressa vive nova fase na vida
Rogério Voltan/Divulgação
Andressa vive nova fase na vida

Hidrogel

"Quando coloquei, o médico me prometeu que ia absorver, só que não absorveu. O hidrogel quase me matou, mas o pior mesmo foi outro produto que coloquei, o PMMA, um líquido que você coloca dentro do músculo. Esse líquido não sai. É muito pior, porque eu vou ter ele para o resto da minha vida".

Arrependimento

"Se soubesse, não teria gastado o que gastei. Jamais teria aplicado. Pra mim, esse procedimento era o fim dos meus problemas, porque eu tomei anabolizante, fiquei com voz grossa, tive que fazer cirurgia íntima por causa do anabolizante"

Conversão

"A Igreja Universal me recebeu de braços abertos. Foram os pastores que estavam no hospital com a minha mãe. Meu primo era bandido e é convertido também. Quando relatei minha história dentro da igreja e na própria Record, eles me receberam. Claro que a sociedade em si não vai entender. Mas eu não sei se vou atravessar a rua e morrer e eu quero a minha vida salva. Sei que Deus já me perdoou e acredito no que está na Bíblia. Relacionamento sexual só depois do casamento, o homem precisa ter a mesma fé que a minha".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.