Tamanho do texto

Segundo Mauro Neto, só a cantora e mais uma pessoa tinham acesso à gravação de Chimbinha; retorno do guitarrista aos palcos já tem data para acontecer

Um áudio de Chimbinha confessando a traição vazou na internet, nesta quarta-feira (9), e o assunto que já era um dos mais falados no Brasil tomou uma proporção ainda maior. Fato é que apenas duas pessoas tinham acesso a essa gravação. De acordo com o gerenciador de crises  Mauro Neto , a conversa entre Joelma e Chimbinha foi intermediada por um amigo médico dos dois e o guitarrista não sabia da existência da escuta.

Joelma e Chimbinha
Divulgação/Record
Joelma e Chimbinha


"Só o médico e Joelma tinham o aúdio. Então foi a Joelma que vazou o aúdio da confissão na web. Mas eu me pergunto: qual o interesse dela em fazer isso?", questiona Mauro, que foi contratado para acalmar os ânimos e defender a marca Calypso, que vale cerca de R$ 30 milhões. "Estamos tratando todo mundo com respeito. Os filhos, os fãs, os contratantes e as 350 famílias que dependem da banda."

No trecho vazado, Chimbinha desabafa: "Eu tive um caso realmente com aquela menina e eu não queria contar porque eu estava protegendo ela, para não colocar a vida dela em risco. Ela é uma menina evangélica, ela pediu para eu não contar (..)". Mauro ainda afirma que a banda não vai acabar e que a volta de Chimbinha aos palcos, após a licença médica, já tem data marcada. Com exclusividade ao site, ele revela: Chimbinha retorna ao seu posto no dia 19 de setembro em show em Palmas, no Tocantins. "Esse negócio de fim da banda não passa de factoide."

Ouça aqui o áudio:




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.