Tamanho do texto

Atriz solta o verbo para o iG Gente em seu camarim e revela que as diferenças entre ela e o marido, Tarcísio Meira, são a chave para um casamento longevo

Glória Menezes tem a receita para lotar o teatro. Há sete anos em cartaz com a peça “Ensina-me a Viver”, de Coling Higgins, a atriz afirma que a combinação de um “bom texto, ótimo elenco e direção maravilhosa” é a chave para atingir o sucesso de público. Mais de 500 mil pessoas já assistiram à montagem. “É difícil de acontecer, afinal o teatro é um bilhete de loteria”, explica ela, em coversa com a reportagem em seu camarim do Teatro Bradesco, em São Paulo.

Gloria Menezes
Aretha Martins/iG
Gloria Menezes


Na pele de uma senhora de 79 anos à espera de seu dia de partir, Glória define algumas características em comum com Maude, sua personagem no espetáculo com direção e adaptação de João Falcão . “Tenho a alegria de viver e o bom-humor dela, graças a Deus. Dou risada com facilidade.” Quanto às diferenças, Maude não tem raízes: teve cinco maridos e chega ao fim da vida livre e solta. “Ela completou 80 fazendo tudo o que quis e nem sempre é possível ser assim.” Já Glória tem alicerces familiares bem sólidos: é avó, bisavó e vive uma relação afetiva rara e diferenciada no meio artístico.

A minha realização mesmo foi com o Tarcísio, depois de muitos anos já separada"

 Há 52 anos ao lado do ator Tarcísio Meira , pouca gente sabe que ela foi casada anteriormente com um primo, com que teve os filhos João Paulo e Maria Amélia. “Era muito nova, foi aquela coisa arranjada pela família. Mas a minha realização mesmo foi com o Tarcísio, depois de muitos anos já separada”, conta ela, mãe também do ator Tarcíso Meira Filho , fruto de seu segundo casamento.

Gloria Menezes
Aretha Martins/iG
Gloria Menezes


 Dessa época, guarda alguns remorsos. Sempre na luta, não pôde dar a atenção que gostaria aos seus rebentos. Mas é incisiva e afirma: “Dei qualidade, não quantidade. Às vezes tem quantidade de porcaria. E tenho certeza de que dei qualidade para os meus filhos e e eles entenderam”. E continua: “Não sou de paquerar as crianças. Como sempre trabalhei, são poucos os momentos, mas intensos”.

Sou completamente diferente do Tarcísio. Acho que isso também aproxima, não pode ser igual"

União rara

O segredo para um casamento longevo ela não sabe. “Se eu soubesse, estaria bilionária”, brinca. E dispensa o uso de alianças, porque segundo ela, o casal nunca precisou disso. Glória tem consciência de que uma união como a sua não acontece frequentemente e, aliás, está cada vez mais difícil de se ver por aí. Mas não foi nada forçado. “Não tem regra. A gente vive da maneira que é, um com o outro. Sou completamente diferente do Tarcísio. Ele é ponderado e eu sou mais espontânea. Acho que isso também aproxima, não pode ser igual”, arremata.

Gloria Menezes
Aretha Martins/iG
Gloria Menezes



Amizades

A vida de atriz e a fama embutida parecem ter afastado as amizades. Emendar um trabalho no outro dificultou o cultivo de relações mais íntimas. “Sinto falta de amigos. Virei famosa e as pessoas passaram a me tratar de uma maneira diferente. A fama me isolou um pouco. Nossa profissão é assim: acabou a novela, cada um vai para um lado.”

Sinto falta de amigos. Virei famosa e as pessoas passaram a me tratar de uma maneira diferente. A fama me isolou um pouco"

Quando se olha no espelho, Glória gosta de se ver bonita. No auge de seus 80 anos, ela não se descuida e se mostra muito vaidosa. “Estou sempre arrumadinha. Para mim, não para os outros. Levanto de manhã e já me apronto.”

Seu reflexo também mostra uma mulher ativa, que não pode parar. “Preciso ter sempre a minha vida ocupada. Deus me livre de ficar em casa olhando para o teto”, diz ela, que já recebeu a sinopse de seu novo trabalho na TV Globo. Na próxima novela das sete, com o título provisório de “Totalmente Demais”, Glória será a grã-fina Estelinha, que mora em Paris e vem para o Brasil. Na trama, ela é mãe de Fábio Assunção . “Já gostei, porque adoro o Fabinho.”

 Fora dos palcos e das gravações, Glória gosta de admirar suas flores e plantas nas fazendas que tem no interior de São Paulo.  “Agora não faço tanto jardinagem, mas já plantei árvores imensas e tenho o maior orgulho delas.” Ela diz que aprendeu a gostar da natureza com Tarcísio. “Ele sempre foi de fazenda e me ensinou a gostar de mato, de cavalo, dessas coisas. É tão bom, muito diferente da nossa vida na cidade.” Nessa hora, Glória pega o celular e começa a mostrar o campo de girassóis e o pôr do sol na represa em uma de suas propriedades.

Gloria Menezes
Aretha Martins/iG
Gloria Menezes


Essa preocupação de diminuir a idade eu nunca tive. Vou fazer 81 e miau”,

Única plástica 

Para os cuidados com o visual, Glória faz musculação desde sempre e não é adepta da cirugia plástica. “Fiz uma única aos 40 anos. O (Ivo) Pitanguy aumentou a minha testa, que era mínima, e só. Porque não adianta. Eu posso até aparentar 10 anos a menos, mas não posso ficar com cara de 40, de 50, porque não tenho isso.” No entanto, em relação à mente, garante ter cabeça de 30. “Tenho muita vivacidade, mas tem uma hora que você tem que ter a idade que tem. E essa preocupação de diminuir a idade eu nunca tive.Vou fazer 81 e miau”, ri.

Beijo gay

O bom humor é realmente marcante em Glória. A única coisa que ela não leva na esportiva é mentira, como aconteceu recentemente com a repercussão de uma declaração que ela não deu. Foi noticiado que ela teria criticado o beijo gay de Fernanda Montenegro e  Nathalia Timberg no primeiro capítulo da novela "Babilônia". “Imagina se eu seria idiota. Não sou burra, mesmo que eu pensasse isso, eu jamais iria abrir a minha boca. Pensa um pouco. A troco de que eu falaria isso? Eu quero mais é fazer personagens polêmicos!”

Certa vez,  Silvio de Abreu a escalou como par romântico de Sílvia Pfeifer , mas não deu certo. Era outra época e a Globo não quis levar o romance adiante na novela Torre de Babel (1998). “Mas eu estava preparada para fazer”, diz. “Quero na minha vida fazer coisas polêmicas, não quero fazer coisa babaca”, encerra. Todos de acordo?

Gloria Menezes
Aretha Martins/iG
Gloria Menezes


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.