Tamanho do texto

Vinte anos afastado da televisão, ator falou sobre carreira, o retorno nas telinhas e boicote a novela

No ar em “Babilônia”, Tadeu Aguiar interpreta Armindo Xavier, mordomo e conselheiro de Consuelo ( Arlete Salles ). O personagem marca o retorno do ator a TV depois de 20 anos. Seu último papel foi na segunda versão de “Irmãos Coragem” em 1995.

Depois de 20 anos longe da TV, Tadeu Aguiar retorna em
Divulgação
Depois de 20 anos longe da TV, Tadeu Aguiar retorna em "Babilônia" e rebate críticas a novela: “O problema é a carecite e estupidez de algumas pessoas”

Em entrevista ao iG , Tadeu relembrou sua trajetória na televisão e nos palcos e também comentou o boicote que “Babilônia” tem sofrido pelo público.

Sobre o seu início de carreira, o ator contou que não estava preparado para o sucesso na TV. “Nada foi preparado. Eu venho do teatro há muito tempo, estava em uma peça com o Raul Cortez e a Cristiane Torloni em 1989. A peça fez muito sucesso e fui chamado para a novela (O Dono do Mundo, 1991). Eu precisava de um emprego pra me manter vivo no Rio, então aceitei. Não esperava pelo sucesso, porque o meu personagem só participava dos seis primeiros capítulos. Levei um susto!”, disse Tadeu ao relembrar o personagem Walter, noivo traído por Malu Mader e seu primeiro sucesso na televisão.

Volta à TV

Tadeu Aguiar aproveitou o tempo que esteve longe das telinhas para levar adiante outros projetos profissionais. “Nesses anos dirigi mais de 30 peças. Foi um tempo de muito teatro e estudo. Recebia convites para trabalhar na TV, mas preferi continuar no teatro porque eu não tinha como conciliar os dois”. Agora em “Babilônia”, o ator disse que essa era a hora certa para voltar. “Hoje eu tenho mais tempo para me dedicar a projetos como esse. E era um momento especial para voltar, principalmente por ser com os mesmos diretores da minha primeira novela”. Dennis Carvalho, diretor de “Babilônia” e Gilberto Braga, um dos autores da novela, trabalharam juntos com Tadeu em “O Dono do Mundo”.

O público ficou chato

O mordomo da novela das 21h falou também sobre o boicote que a trama sofreu do público e alegou que o clima nos bastidores está bom, mesmo com a baixa audiência e as críticas dos telespectadores.  “O clima está ótimo e todos levam numa boa. Acontece que o mundo está mudando. Hoje tem internet e um monte de coisa que fez diminuir o público da televisão. O problema é a caretice, a estupidez de algumas pessoas. O público ficou chato, careta... Ninguém pode mais brincar! O Brasil está muito chato, retrógrado. Hoje você não pode falar nada sem o peso do preconceito”, disparou Tadeu sobre as críticas.

Homossexualidade

O personagem de Tadeu Aguiar faz parte de um núcleo polêmico que aborda questões religiosas e de homossexualidade. Sobre as polêmicas, o ator defendeu: “A novela provocou uma reflexão extraordinária no país. Você vê as pessoas questionando a homossexualidade e abrindo uma discussão com a sociedade. Se vai dar resultado agora ou não, isso é outra coisa... O importante é que se possa discutir e tornar isso uma coisa banal”.

A abordagem de temas polêmicos e cenas violentas foram apontadas como alguns dos motivos que fizeram "Babilônia" ter que se reinventar. Relembre na galeria.


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.