Tamanho do texto

Modelo conta que não namorou ninguém desde a separação e afirma: "Se não chegar outra pessoa, Fábio será meu último e grande amor"

Mari Alexandre:
André Giorgi
Mari Alexandre: "Meu anseio atual é ter um programa meu na TV"

As curvas de Mari Alexandre viveram um surto de popularidade nos anos 1990. A modelo, descoberta por uma diretora da “Playboy” na plateia do “Programa do Faustão”, continua sendo recordista de capas da revista “Sexy”, que estampou cinco vezes. “Mas a Gracyanne (Barbosa) é a recordista de vendas”, esclareceu a catarinense em um programa de rádio, e afirma agora, em entrevista exclusiva para o iG , que não posaria nua nesse momento, pois “quer algo mais concreto para sua vida”.

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos em tempo real

Há dois anos separada de Fábio Jr ., com quem ficou casada de 2007 a 2010, Mari contabiliza dois grandes amores antes de Fábio e tem em seu currículo amoroso os cantores Leandro e Vavá e os jogadores Denílson, Juninho Paulista e Cicinho . Depois de uma pausa programada na carreira, ela participa desde 2011 do humorístico “Escolinha do Gugu”, na Record, que marca sua volta após cinco anos afastada da mídia. “É meu recomeço. Quando me casei, o Fábio me pediu para eu parar de trabalhar e eu aceitei”, recorda a mãe de Záion , 3 anos, do relacionamento com o cantor, sem qualquer arrependimento. Mari, inclusive, não descarta retomar seu casamento com o ex-marido. “Somos vizinhos, a gente se vê sempre, não tem como acabar.”

LEIA MAIS: Fábio Jr.: as aventuras musicais do pai do Fiuk

Segundo a assessoria de Fábio Jr., não há indício de que eles voltem a ser um casal. "Eles se encontram eventualmente, por causa do Záion." Fábio e Mari moram em condomínios vizinhos nos arredores de São Paulo. Fábio busca o menino na casa dela duas vezes por semana. Às vezes bate uma saudade do pai e  ela leva o garoto até a casa dele. "Mas um não vai jantar na casa do outro, os dois não sentam para tomar um vinho, não tem clima de romance." A relação de Fábio com o seu caçula, sim, é de muito amor. "Ele adora o moleque, se diverte com ele e tem aquela preocupação de pai: ´Ele já comeu?´, ´Já tomou banho?´", diz sua assessoria. Záion é o quinto filho de Fábio, e o primeiro de Mari. O iG quis saber dela qual seria o seu grande anseio no momento: ter seu próprio programa na TV. Confira o bate-bola:

LEIA TAMBÉM: 'Não me importo se me chamam de brega', diz Fábio Jr.

Mari Alexandre:
André Giorgi
Mari Alexandre: "Fábio me pediu para parar de trabalhar e eu aceitei"

iG: Você foi mãe aos 35 anos, foi uma gravidez planejada?
Mari Alexandre:
As coisas acontecem como Deus planeja para a gente, não somos nós que decidimos. Sempre quis casar, ter filhos, desde os 13 anos de idade eu quero ter uma família. Mas Deus fez isso acontecer na minha vida um pouco mais tarde, no tempo dele, no tempo certo, como teria que ser feito e foi maravilhoso para mim. Eu curti muito, eu namorei, trabalhei, fiz tudo o que eu queria. Hoje é dedicação total ao meu filho e meu recomeço. Meu filho está com três anos, já está começando a entender as coisas e, mesmo trabalhando, eu cuido dele, sei o que ele está fazendo. E quando ele está sem babá, ficamos ainda mais próximos. Estou recomeçando o meu trabalho, mas ele é a minha prioridade.

iG: O que a chegada do Záion representa na sua vida?
Mari Alexandre:
Meu filho é lindo, é uma benção. Ele veio para mudar uma história. Ele representa tudo. Eu sempre falo: ‘Em primeiro lugar Deus, e depois ele’. O Záion é a pessoinha mais importante na minha vida, é o homenzinho da minha vida. Eu mudei totalmente por ele, para ele, e é bacana, gostoso. A maternidade só me fez bem, só me fez crescer como pessoa, como ser humano.

O Záion é a pessoinha mais importante na minha vida, é o homenzinho da minha vida"

iG: Por que nunca mostrou seu filho?
Mari Alexandre:
Recentemente fizemos fotos para uma revista, mas não quero fazer matéria toda hora para mostrar o Záion. Apesar de ele estar gostando da brincadeira. Ele olha para a televisão e pede para estar lá. Ele vê o pai, os irmãos, e fala que quer aparecer na televisão.

iG: Sentiu falta de trabalhar nesses anos em que ficou afastada da mídia?
Mari Alexandre:
Nesse período em que eu fiquei reclusa, não senti falta do trabalho. Fiquei bem, eu quis isso pra mim. Comecei a namorar, depois me casei, nada foi imposto, foi em comum acordo: o Fábio pediu e eu aceitei. Foi um período muito bom para mim, a vida é feita de escolhas e escolhi isso. Agora escolhi voltar e está sendo ótimo. Estou mais madura, antes eu era menina, bobona. A gente faz coisas sem pensar e hoje eu penso dez vezes antes de fazer qualquer coisa.

Mari Alexandre:
André Giorgi
Mari Alexandre: "Não tenho em mente posar nua, quero algo mais concreto para a minha vida"

Antes eu era menina, bobona. A gente faz coisas sem pensar e hoje eu penso dez vezes antes de fazer qualquer coisa"

iG: Quais são suas ambições atuais?
Mari Alexandre:
Eu demorei a aceitar o convite da “Escolinha” porque a gente nunca sabe como é voltar. Mas foi um convite bacana, as pessoas com quem eu trabalho são maravilhosas, eu me divirto muito com eles. A “Escolinha” está sendo um recomeço, mas eu quero ter um programa de TV. É meu intuito hoje, ter um programa meu na televisão.

iG: Há espaço para você na Record?
Mari Alexandre:
Não sei se tenho esse espaço, mas estou lá, hoje faço parte de uma equipe grande. Não sei o que eles pensam de mim lá dentro, tento dar o melhor de mim no que estou fazendo no momento. Estou num programa humorístico, mas a minha vontade é apresentar um programa. Vamos ver, estou deixando as coisas acontecerem e sei que Deus vai ter esse momento para mim. Se não for acontecer, é porque não é para ser. Eu acredito muito nisso.

iG: Seu primeiro trabalho foi um ensaio nu e hoje você é recordista de capas da “Sexy”. Quando posará nua novamente?
Mari Alexandre:
Não tenho isso em mente, essa questão mudou bastante para mim. À medida que eu fui amadurecendo, comecei a pensar em outras coisas. Hoje eu quero algo mais concreto para a minha vida. Cada um tem o seu momento e eu tive o meu. Agora tenho outras prioridades, meu pensamento é outro. Não julgo ninguém que queira fazer, de maneira alguma, e não digo que nunca mais farei uma “Playboy”, mas o que eu quero para mim hoje não é isso.

Mari:
André Giorgi
Mari: "Quando saio de casa com meus amigos não é para encontrar alguém, e sim para viver"

iG: Você o Fábio Jr. estão ensaiando uma volta?
Mari Alexandre:
A gente se dá bem, a gente se entende e tem um filho juntos. E ponto, não tem o que falar. Tivemos uma história linda, que não vai acabar nunca por causa do Záion. Somos vizinhos, a gente se vê sempre, não tem como acabar, mas o futuro a Deus pertence (risos).

Não tive namorados depois do Fábio. Não tive vontade e também não pintou. Fábio é meu amor maior e, se não chegar outra pessoa, será meu último"

iG: O Fábio é um pai presente?
Mari Alexandre:
Graças a Deus! Ele adora ficar com o Záion, cuidar dele, e eu gosto que eles estejam juntos, a figura masculina é importante para o filho.

iG: Qual a relação do Záion com os meio-irmãos dele: Cleo Pires, Fiuk, Tainá e Kika?
Mari Alexandre:
São todos apaixonados por ele! Eles estão sempre juntos, são a família dele. O Záion tem muitos irmãos (risos), mas eu costumo dizer que é como se ele fosse filho único, porque é pequeninho e os outros são todos adultos já. Eu desejo mais um filho por causa dele, acho importante a criança não ficar sozinha, ter um irmãozinho para conviver. Mas ele já tem muitos irmãos.

iG: Faz quase dois anos que você e o Fabio se separaram. Namorou alguém nesse período?
Mari Alexandre:
Não, não tive namorados. Não tive vontade e também não pintou. Eu saio para jantar com meus amigos, mas saio bem pouco. Quando saio não é para encontrar alguém e sim para viver. O que for para acontecer vai acontecer. O que é meu está guardado e ninguém vai tirar, disso eu tenho certeza. 

Mari Alexandre:
André Giorgi
Mari Alexandre: "Antes do Fábio, tive dois grandes amores, mas ele é meu amor maior"

iG: Quem foram os seus grandes amores?
Mari Alexandre:
Antes do Fabio, tive dois grandes amores. Mas o Fábio é meu amor maior, e, se não chegar outra pessoa, será meu último. O Vavá foi importante, foi uma relação muito forte, de bastante amor, apesar de sermos crianças na época. A gente ficou bastante tempo juntos e ele me fez muito, muito, muito feliz. Nunca mais o vi desde que ele está casado, então não sei o que está acontecendo na vida dele hoje. Eu quero que ele seja muito feliz, ele merece, é uma pessoa do bem.

iG: Já se comentou que você e o Zezé Di Camargo namoravam. Confere?
Maria Alexandre:
Pelo amor de Deus, não tem nada! A gente se conhece, mas nunca mais vi o Zezé. Na época em que eu saía mais, ia aos shows dele, a gente tinha contato. Mas faz tantos anos! Não tem nada entre a gente, não.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.