Em entrevista reveladora, apresentadora fala sobre casamento, bullying, o homem ideal e sobre envelhecer

Xuxa:
Divulgação/Blad Meneghel
Xuxa: "Envelhecer na TV é difícil, mas não estou sozinha nessa"

A apresentadora Xuxa Meneghel revelou em entrevista à revista "QUEM Acontece" que é contra o casamento, e que desde pequena, sabia que não iria trocar alianças com ninguém. A Rainha dos Baixinhos respondeu a perguntas enviadas pelos leitores, e falou ainda sobre o homem ideal, e sobre a idade.

CONFIRA AQUI: Xuxa beija Rodrigo Lombardi em episódio de "As Brasileiras" que vai ao ar nesta quinta-feira

Siga o iG Gente no Twitter e receba todas as notícias dos famosos

Na edição que chega às bancas nesta quarta-feira (21), ela também confessou que já teve relacionamentos com anônimos, e que sofreu bullying na escola por causa de seu cabelo. Confira algumas de suas declarações:

FOTOS: Xuxa causa alvoroço em shopping no Rio

Corpo e moda: “Não acho que sou uma pessoa que tenha um corpão para ficar mostrando. Não me sinto bem com coisas apertadas. Por mais que pessoas que trabalhem comigo digam que eu deveria usar umas calças de periguete, eu não vou me sentir bem (risos)”, disse, justificando a preferência por peças com mangas cumpridas, que pouco revelam do seu corpo.

Bullying na adolescência: “Eu era o bullyng em pessoa! Por isso gostava mais de ficar com os vira-latas, passarinhos, lagartixas, formigas. Então tinha bichos e amigos imaginários", contou Xuxa. A apresentadora disse que era chamada de Mortícia (personagem da "Família Adamms") pelos colegas de escola, por causa do cabelo grande e escorrido. 

Passagem do tempo: Prestes a completar 49 anos, Xuxa admitiu que a idade é um problema: “Envelhecer na TV é difícil, mas não estou sozinha nessa”.

Relacionamento com anônimos e o homem ideal: “Claro que já fiquei com anônimos. E o que me chama atenção em um homem é ele ser moreno. Gosto de mulatos ou negros. E altos”,

Viver sozinha: Xuxa revela que, desde os cinco anos, dizia que não pretendia se casar: “Casar é contra minha essência! Se as pessoas querem se casar, que sejam felizes. Mas eu tenho minhas dúvidas se é preciso assinar um papel para se dizer que gosta de alguém”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.